Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 5 de abril de 2020 - 20:09


Fé emotiva e fé comprometida: qual você tem?

Assunto foi abordado nesse domingo (5), às 9h30, durante o Santo Culto online. Saiba mais

Este domingo (5) é tradicionalmente conhecido como o “Domingo de Ramos“, em referência à entrada triunfal do Senhor Jesus em Jerusalém, alguns dias antes de ser crucificado. É interessante notar que, apesar de ter sido recebido cheio de honras pela multidão, o Senhor Jesus não estava comemorando como eles (leia Marcos 11:1-10).

Durante o Santo Culto online, transmitido pela internet e outros canais, diretamente do Templo de Salomão, em São Paulo, o Bispo Renato Cardoso falou a respeito do assunto e fez uma importante reflexão:

“Ele não se deixou levar por essa recepção, pois aquele mesmo povo que O saudava e glorificava – por causa dos milagres -, dias depois, gritaria pedindo a Sua crucificação”, explicou o Bispo Renato.

Ou seja, o Senhor Jesus sabia que o entusiasmo delas não passava de uma fé emotiva, sem sustentação. Da mesma forma hoje, muitas pessoas dizem ter fé no momento de alegria, mas na adversidade desanimam.

“Estamos passando por uma situação de insegurança e incertezas, que não sabemos quando vai terminar. Assim sendo, a fé dos emotivos desaparece. Pois, na hora do aperto, eles não creem, desanimam, se desesperam, se lamentam”, afirmou.

A fé que resolve

O Bispo Renato também falou sobre a fé comprometida, bem diferente da anterior, e que não depende das circunstâncias. Assim, não importa o que aconteça, ela não se curva diante dos seus problemas.

“A fé comprometida está de pé, forte e ajudando outras pessoas. Para tê-la, você precisa do Espírito Santo. Sem Ele, ela não terá sustentação”, alertou o Bispo.

Orientação para os casais

Durante a reunião, o Bispo Renato e a esposa, Cristiane Cardoso, também ressaltaram que esse momento de isolamento social tem sido bem delicado para alguns relacionamentos. Por passarem mais tempo juntos, os atritos no ambiente familiar têm sido mais constantes.

Assim, para ajudar as pessoas a lidarem melhor com esta situação, eles orientaram que manter, sobretudo, o bom humor é essencial.

“O humor dá o escape nos momentos de estresse e preocupação. A pessoa bem humorada, principalmente a mulher, consegue influenciar todos ao seu redor. Da mesma forma, o contrário também acontece. O mau humor vem das preocupações, pensamentos ruins e, se deixando levar por isso, você não pensa no bem estar das pessoas, foca só no que é ruim”, falou Cristiane.

Ela acrescentou que é possível decidir manter o bom ânimo, ainda que tudo esteja difícil.

“É possível escolher ter um humor melhor para não explodir nas pessoas. O bom humor é uma decisão. Você pode escolher não se deixar levar pelo estresse, nervosismo”, completou.

Assista à reunião completa, com todos esses ensinamentos, no vídeo abaixo:

Semana Santa

Vale lembrar que estes dias que sucederam a entrada de Jesus em Jerusalém são conhecidos como a Semana Santa e, ainda durante o Santo Culto, o Bispo Renato sugeriu que todos acompanhassem os cultos diários, a fim de estar mais próximos de Deus e investir na sua salvação.

“Vamos refazer os passos de Jesus durante sua última semana de vida na terra. Todos os dias vamos tirar uma lição de algum acontecimento”, informou.

Santa Ceia de Páscoa

Na próxima sexta-feira (10) é comemorada a Paixão de Cristo e no domingo (12) será celebrada a Santa Ceia de Páscoa. Não esqueça de preparar o pão e o suco de uva.

Acompanhe as reuniões, ao vivo, todos os dias

Durante esse período de quarentena, acompanhe as reuniões que são transmitidas em tempo real pela TV UniversalUniver VídeoRede Aleluia de rádio e pelos canais de televisão 21, CNT e Rede Família. Além disso, também pelas redes sociais da Igreja (Facebook Youtube).

Confira os horários na tabela abaixo:

Domingo 7h, 9h30 e 18h
Segunda-feira 10h, 15h, 18h30 e 22h
Terça-feira 10h, 15h e 20h
Quarta-feira 10h, 15h e 20h
Quinta-feira 10h, 15h e 20h
Sexta-feira 10h, 15h e 20h
Sábado 7h, 10h, 18h (Reunião de Obreiros) e 19h (Curso do Espírito Santo)

  • Rafaella Rizzo / Fotos: Reprodução 


reportar erro