Rede aleluia
Farol Libras: voluntários promovem ação em memória ao Dia Nacional do Surdo
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 1 de Outubro de 2021 - 15:03


Farol Libras: voluntários promovem ação em memória ao Dia Nacional do Surdo

O grupo EVG Libras se dedica em ajudar a comunidade surda e em divulgar a Palavra de Deus. Saiba mais

Farol Libras: voluntários promovem ação em memória ao Dia Nacional do Surdo

Em um cartaz azul, há os dizeres: “A língua de sinais é para os olhos o que as palavras são para os ouvidos! #setembroazul”.

A frase é uma referência ao “Dia Nacional do Surdo”, celebrado todo 26 de setembro. Por isso, o mês também é conhecido como “Setembro Azul”.

A escolha da cor traz raízes históricas lamentáveis. Pois, durante o regime nazista, as pessoas que tinham algum tipo de deficiência física recebiam uma faixa azul (incluindo os surdos). Embora a memória seja triste, ela representa uma reflexão para toda a sociedade sobre a inclusão das pessoas, não importa quais sejam as diferenças.

E para promover esta data especial, os voluntários do grupo EVG Libras realizaram, no dia 26 de setembro, a ação “Farol Libras”, em várias partes do País.

Com cartazes, panfletos e muita comunicação, o grupo promoveu a conscientização sobre a importância da comunidade surda na sociedade e também mostrou que a Igreja Universal é acessível por meio da língua de sinais.

Libras na Universal

Além de ações como essa, o grupo EVG Libras divulga a Palavra de Deus por meio da língua de sinais em evangelizações e realiza as interpretações e traduções simultâneas durante as reuniões que ocorrem no Templo de Salomão.

Segundo Tuane Tércio, uma das voluntárias do grupo, é importante saber estabelecer um diálogo com essas pessoas também. “Muitos deles são desprezados por não conseguirem se comunicar. Frequentemente, entramos em contato com pais que não quiseram aprender Libras e acabaram tendo problemas com os filhos”, explicou.

Além disso, há jovens desta comunidade que enfrentam problemas com depressão. Assim, o grupo se dedica, igualmente, em ajudá-los.

Acompanhe a página oficial do grupo EVG Libras pelo Instagram e fique por dentro das atualizações.

Confira no vídeo abaixo a história do Eduardo, um dos participantes do grupo, exibida durante a programação “Morning Show”, do dia 21 de março:


Farol Libras: voluntários promovem ação em memória ao Dia Nacional do Surdo
  • Da Redação / Fotos: Reprodução @grupolibrasoficial/Instagram 


reportar erro