Rede aleluia

Notícias | 6 de maio de 2019 - 10:49


“Eu já não aguentava ser eu mesma”

 Entenda por que a empresária Rosi Martinez se sentia assim e o que a fez mudar

“Quem deu crédito à nossa pregação?”, esta mesma pergunta descrita no livro do profeta Isaías (capítulo 53, versículo 1) continua ecoando até os dias de hoje. Muitos ouvem a Palavra de Deus (e até a apreciam), mas não dão crédito, ou seja, não acreditam ao ponto de se entregarem de corpo, alma e espírito a ela.

Foi o caso da empresária Rosi Martinez Nascimento, de 44 anos. Durante um tempo, ela frequentou a igreja, mas como ela mesma declarou: “ia só para esquentar o banco. Gostava da Palavra, mas não tinha a mínima intenção de entregar a vida para o Senhor Jesus”.

Com isso, ela seguia com uma vida repleta de vícios, na qual, aparentemente, tinha tudo, mas na verdade não tinha nada, pois não era feliz.

Nascida em uma família tradicional paulistana, logo cedo teve contato com os vícios: sua avó era alcoólatra e seu pai viciado em cigarro. Mesmos vícios que mais tarde a oprimiriam.

Até que a empresa do marido faliu. E eles, que eram donos de uma famosa padaria na capital paulista, chegaram ao ponto de não ter condições para comprar nem sequer um pão.

Diante de tantas perdas e uma vida vazia, Rosi começou a enxergar a sua real condição. “Eu já não aguentava ser eu mesma. Aquilo tudo começou a me dar nojo”, recorda-se.

Assista no vídeo abaixo o que aconteceu com Rosi Martinez após esse episódio:

Quem crê, obedece

 O Bispo Macedo esclarece que assim como um pai ou uma mãe só pode ajudar o filho quando este pede ajuda, assim também é com Deus.

Quando a pessoa reconhece que precisa de Deus, e está disposta a obedecê-lO, a exemplo do que aconteceu com a empresária Rosi, poderá viver a vida que o Pai projetou – tanto aqui neste mundo como também na eternidade.

“Nem todo o que Me diz: Senhor, Senhor! entrará no Reino dos Céus, mas aquele que faz a vontade de Meu Pai, que está nos céus.” Mateus 7.21

Muitos dizem ter fé, mas na verdade vivem uma crença religiosa, pois continuam fazendo apenas o que agrada a si mesmos. “Fé tem a ver com obediência à Palavra de Deus”, ressalta o Bispo.

Você pode hoje mudar o rumo da sua vida, se decidir que não será mais apenas um ouvinte da Palavra de Deus, mas um praticante desta fé.

Aos domingos e quartas-feiras, na Universal, acontece reuniões dedicadas ao ensino da Palavra de Deus e fortalecimento da vida espiritual de todos os que buscam viver de acordo com a vontade do Altíssimo. Participe!

Encontre aqui o endereço de uma Universal mais próxima.


  • Núbia Onara / Foto: Demetrio Koch 



reportar erro