Rede aleluia
“Eu fui vítima de um trabalho de feitiçaria”
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 26 de Maio de 2022 - 20:35


“Eu fui vítima de um trabalho de feitiçaria”

Em função disso, a comerciante Sueli Alves conta que ficou doente e chegou a pesar 32kg. Saiba mais

“Eu fui vítima de um trabalho de feitiçaria”

Sueli Alves é uma comerciante de 45 anos, que na infância – conta – sofreu com as constantes brigas dos pais. Já na vida adulta, ela conheceu um rapaz; eles começaram a namorar, mas a ex-namorada dele não aceitava o início do relacionamento de ambos.

Detalhes:

Sueli descobriu que a ex-companheira do seu namorado servia aos encostos e que ela havia feito um trabalho de feitiçaria para que morresse aos poucos. “Eu fui vítima de um trabalho de feitiçaria”, reforça.

“Fiquei muito doente, dos 85 kg [que pesava] passei a pesar 32 kg. Fiquei cinco meses sem comer, beber água e sem dormir, foram dias muitos difíceis”, lembra.

Situação:

A comerciante estava definhando e não tinha mais esperanças de cura e vida, até que, um dia, seu namorado assistiu a uma programação da Universal, colocou um copo de água para ser consagrado e após a oração ele deu a Sueli para que ela bebesse.

“Relutei um pouco, porque não gostava da Universal e nem de seus pastores, mas por insistência, acabei aceitando o copo com água. Naquela mesma, noite eu dormi e já no dia seguinte consegui comer, o milagre foi imediato!”, comentou.

O que é importante:

Após o episódio da manifestação do Poder de Deus, Sueli passou a frequentar as reuniões de sexta-feira, na Universal, ficou completamente liberta e recebeu o Espírito Santo.

Assista ao vídeo abaixo e conheça mais detalhes desta história de fé:

Conclusão:

Participe você também das reuniões de Libertação que acontecem todas as sextas-feiras, às 7h30, 10h, 12h, 15h e 20h no Templo de Salomão. Clique aqui e encontre uma Universal mais próxima de sua casa.


“Eu fui vítima de um trabalho de feitiçaria”
  • Sabrina Marques / Foto: Reprodução 


reportar erro