Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 16 de setembro de 2018 - 00:05


“Estou insegura por causa da nossa diferença de idade”

No A Escola do Amor Responde desta semana, uma aluna pede a ajuda dos professores Renato e Cristiane Cardoso. Ela namora uma pessoa mais nova e deseja entender como pode solucionar o seu problema de insegurança. Leia os conselhos que os palestrantes deram a ela.
Aluna – Tenho 35 anos e estou namorando um rapaz de 23 anos. Fico muito insegura por causa da nossa diferença de idade, mas ele diz que isso não tem importância para ele. Sou muito sensível, carente e me apeguei muito a ele. Ele já chegou a desligar o telefone na minha cara, pois eu ficava chorando e pedindo para que ele não desligasse. Me entreguei a ele e acho que depois disso ele mudou comigo, mesmo alegando que ainda é o mesmo. Já não é mais carinhoso nem se importa comigo como antes. Sou cristã, mas não tenho coragem de falar sobre isso com ninguém.
Renato – Aluna, você está tão confusa que não sabe onde a situação começa nem onde termina. Você mesma diz que é muito sensível, carente e insegura nesse relacionamento, que até já se entregou a esse garoto de 23 anos. Fica se arrastando aos pés dele e, ao que parece, depois que ele teve o que queria já enjoou de você.
Desculpe, eu e a Cristiane normalmente não entramos nesse assunto, mas, já que você fez questão de citar, eu tenho a obrigação de avisá-la que você não é cristã. Uma pessoa que é verdadeiramente cristã segue a Palavra e os ensinamentos de Cristo e você está fazendo tudo ao contrário do que é ensinado.
Cristiane – O problema aqui é que você está fazendo desse garoto alguém mais importante do que você mesma. Tudo por causa da sua carência, de chorar, implorar e clamar pela atenção e o carinho dele. A minha sugestão para você é que largue esse rapaz porque ele está fazendo mal a você. Não vou nem entrar no mérito da idade – isso aí é óbvio, não tem futuro, ele é um menino e você é uma mulher. Essa insegurança que você tem em relação à idade faz todo o sentido realmente. Está tudo errado nessa relação. Então, por mais que seja doloroso e que você se sinta muito mal, para o seu próprio bem, termine esse relacionamento urgentemente.
Renato – Você está carente, aluna. A pessoa carente é igual a quem entra no supermercado com fome: ela abre um pacote de qualquer porcaria para comer, já que qualquer coisa serve naquela hora. Quando a pessoa está carente, serve qualquer um que der a ela um pouquinho de atenção. É isso que está acontecendo no seu relacionamento, ou seja, a sua carência tem sido o seu problema. Você não tem condições de estar em um relacionamento agora, uma vez que a sua carência está afetando o seu juízo.
Agora, o que você precisa, além de sair desse relacionamento, como disse a Cristiane, é se tratar e curar o seu interior. Se você quer uma solução, faça isso. Esse é o melhor caminho para que um dia você encontre alguém que realmente vai lhe fazer feliz.
Cristiane – As pessoas que fazem a Terapia do Amor todas as quintas-feiras têm sido curadas e aprendido que o primeiro passo antes de entrar em um relacionamento é estarem felizes consigo mesmas.
Renato – Resolver só os conflitos que aparecem no relacionamento nem sempre é a melhor solução. Às vezes, é muito mais benéfico a pessoa sair do relacionamento e primeiro tratar de si mesma. Na Terapia do Amor você vai conseguir ajuda para resolver esse e outros problemas da sua vida a dois.
A Escola do Amor Responde
Diariamente, Renato e Cristiane Cardoso esclarecem dúvidas sobre a vida amorosa. Se você deseja ouvir os podcasts com os programas apresentados por eles, acesse aqui.


  • Camila Dantas / Foto: Fotolia  


reportar erro