Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 20 de fevereiro de 2020 - 13:10


Erika enfrentou uma das maiores lutas de sua vida contra as drogas

Assista ao testemunho completo da atleta e descubra quando a vida dela começou a mudar

A jovem Erika Jamile, de 26 anos, enfrentou uma grande luta em sua vida. Ainda muito nova, ela observava seu irmão usando drogas e já entendia que aquilo era algo prejudicial para a vida de uma pessoa. Mas, isso não foi o suficiente. Quando a sua família se mudou de bairro, ela fez novas amizades que a apresentaram às drogas.

No início, ela ficou assustada. Contudo, a curiosidade falou mais alto e Erika experimentou a cocaína. O vício logo a consumiu. Chegou a ficar quase uma semana inteira fora de casa para fazer uso da droga continuamente, deixando até mesmo de comer. Sentia que a cocaína a destruía, pois, quanto mais usava, maior era o vazio dentro dela.

Ela queria parar, mas não encontrava forças. Embora não quisesse continuar sofrendo, afundava-se cada vez mais no vício. Estava cansada da vida que levava cheia de falsidades. Até que, em um momento de lucidez, pensou o que a mãe acharia sobre a sua condição. Erika já não se reconhecia. Estava bastante judiada e muito magra. Precisava tomar uma atitude.

Foi quando ela passou a ir às reuniões da Universal. Os primeiros dias foram muito difíceis, pois ela ainda sentia vontade de usar a droga. Mas, resistiu e continuou buscando a Deus.

Apesar de toda a sua condição, Erika também gostava muito de esportes, o que a motivou a entrar para o grupo Força Jovem Universal. Porém, nunca havia passado pela sua cabeça ser uma atleta. Foi quando a sua vida começou a mudar.

Assista ao vídeo abaixo e veja o que aconteceu com ela:

Encontro com Deus

Só é possível encontrar o sentido da vida quando se tem um encontro com Deus. Ao se tornar a morada do Espírito Santo, a pessoa encontra completa satisfação e a verdadeira realização.

O foco de Erika, na busca pelo Espírito Santos a ajudou a transformar de vez a vida dela. Ela, enfim, libertou-se do vício da cocaína. E, hoje, o esporte para ela, além de profissão, também é uma ferramenta para ganhar almas.

Participe você também de uma reunião na Universal. Encontre aqui o endereço de uma Igreja mais próxima de sua casa.

Cura dos Vícios

A Universal também oferece apoio a todos os dependentes químicos e seus familiares. No Tratamento Para a Cura dos Vícios o viciado pode encontrar a saída do mal que o aflige. Para saber como participar, clique aqui.


  • Redação / Foto: Reprodução 


reportar erro