Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 12 de novembro de 2018 - 17:06


Entrelinhas: O Espírito Santo e o sacrifício

O programa Entrelinhas, exibido pelo Univer Vídeo, abordou no último domingo (11) o tema “o segredo da felicidade” e a importância do Espírito Santo e o sacrifício.

O Bispo Edir Macedo, sua esposa, Ester Bezerra, o Bispo Renato Cardoso e sua esposa, Cristiane Cardoso, apresentaram a atração, que contou com a entrevistada Marta Barreto.

Marta revelou um pouco de sua vida e relembrou fatos marcantes que a fizeram entregar-se totalmente a Deus.

Para o Bispo Macedo, “a fé emotiva não permite sacrifícios. Por isso vemos tantos crentes que vivem fracassados. E por que isso acontece? Porque eles vivem buscando sentir”.

Sacrifício é como um casamento

O Bispo Macedo fez referência à seguinte passagem bíblica:

“Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar?
Para que não aconteça que, depois de haver posto os alicerces, e não a podendo acabar, todos os que a virem comecem a escarnecer dele.”  Lucas 14:28,29

E explicou: “Você deve se perguntar se tem condições de colocar o Senhor Jesus em primeiro lugar na sua vida. Se tiver, isso é uma fé inteligente, determinada e definida. Isso mostra que estamos dispostos a sacrificar. As pessoas querem a Deus, mas não querem pagar o preço. Mas não há como ter um convívio com Deus sem o sacrifício. É como um casamento entre duas pessoas: ele depende do sacrifício de ambos”.

Assista à integra do programa no Univer Vídeo.


  • Rafaela Dias / Fotos: Danilo Amaral 


reportar erro