Rede aleluia
É só botar e sair por aí
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 20 de maio de 2018 - 03:05


É só botar e sair por aí

As temperaturas caem e as botas surgem para esquentar a produção

É só botar e sair por aí

Um estranhamento particular aconteceu com meio mundo de gente ao se deparar com as botas desfiladas na passarela de ninguém menos que Yves Saint Laurent, em fevereiro de 2017. Desde então, as botas da apresentação, as slouchys prateadas, chamativas e cheias de brilho, não saíram da mente de muitos – e do look do dia também. O inusitado sapato de cano enrugado, uma versão repaginada dos anos oitenta, do estilista Anthony Vaccarello, ganhou destaque não só na Semana de Moda de Paris como também nas revistas do gênero.

Já as botas over the knee (foto abaixo), aquelas acima do joelho, receberam holofotes graças ao olhar do estilista Demma Gvasalia. Em Balenciaga, o diretor criativo apresentou ao mundo a Knife Over The Knee Boots, feitas de lycra que super aderem à pele. Já na grife Vetements, o estilista, seu irmão e mais cinco amigos elevaram a bota acima do joelho a outro patamar, com canos que cobrem a perna toda. Não houve um lugar em que o item não tenho dado o ar da graça desde então.

Antes usadas para aquecerem a produção com calça skinny, agora as botas aparecem em composições super femininas com saia mídi. Também têm ganhado nova proposta ao serem usadas com sobretudo todo fechado, fazendo, assim, a vez de um vestido. Essas curiosidades justificam a força e a relevância que os acessórios têm no dia a dia, principalmente quando as temperaturas baixas batem às portas.

A gosto da freguesa

Diferentes modelos surgem para esquentar a temporada. Alguns aparecem mais fortes, como as socks boots, que nada mais são do que botas que lembram o aspecto de meias tanto por aderirem à pele quanto por permitirem maior flexibilidade dos movimentos.

Muitas mulheres ficam receosas com as ankle boots, botas que chegam ou ultrapassam um pouco a linha do tornozelo, justamente pela impressão de “achatarem” a silhueta – o que realmente pode acontecer. As magrinhas podem se privilegiar ao apostarem nesse truque. Para contrapor, basta dar preferência às de bico fino, por causarem a impressão de alongamento, de continuidade (baixinhas, esse truque pode ser útil para vocês também!).

Uma brincadeira que essas botas permitem é abusar da criatividade quando o assunto é saia mídi e pantacourt. Já para abrilhantar o look, as meias podem entrar em cena. Dicas na mão, é só aproveitar o clima.


É só botar e sair por aí
  • Por Flavia Francellino/ Fotos: AFP  


reportar erro