Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 17 de junho de 2018 - 03:05


“Dormi com minha namorada e não gosto mais dela. E agora?”

Muitos solteiros acabam sofrendo porque não colocam em prática o que aprendem em A Escola do Amor Responde. É o caso do Mateus, que já conhecia os conselhos dos professores e palestrantes Renato e Cristiane Cardoso, mas que, depois de ir para a cama com a namorada, não sabe o que fazer. Com três semanas de namoro, eles se envolveram e, agora, ele descobriu que não gosta mais dela. Veja o que os professores disseram ao aluno.

Mateus – Namoro há pouco mais de um mês e, há uma semana, fui para a cama com a minha namorada. Acontece que agora estou confuso com o que sinto por ela. Parece que, em vez de me aproximar, fiquei distante. Ela é o tipo de mulher para casar, procura praticar a Palavra de Deus, tem caráter, mas acabou se envolvendo com um cara. Vocês já disseram que amar é uma escolha e não um sentimento e ela tem qualidades da pessoa que quero ao meu lado. Eu quero amá-la, mas não quero que sofra se eu não conseguir sentir esse amor. A última coisa que quero é fazê-la sofrer. Por favor, ajudem-me a entender o que fazer.

Renato – Mateus, você é um cara de pau. Está confuso sobre os sentimentos com respeito a ela depois que foi para a cama? Por que não pensou antes? Você diz que sempre nos ouve falar que amor é uma escolha. Ouviu isso, mas não a outra parte: que você tem que namorar para conhecer quem está do seu lado. Como é que você vai para a cama com uma garota que conhece há apenas três semanas? Honestamente, não sei se suas intenções, nem mesmo fazendo essa pergunta, são verdadeiras. Talvez esteja procurando, na nossa resposta, um gancho para desfazer esse namoro.

Cristiane – O que acontece com muitas pessoas é que, depois que elas têm relação sexual com o parceiro, que foi tudo muito fácil e muito rápido, o encanto “foge pela janela”. Antes do sexo, o relacionamento é muito mais puro, inocente, é o momento de conquistar e ser conquistado. Depois disso, não. As pessoas acham que, porque já dormiram juntos e estão em um “relacionamento sério”, não precisam mais conquistar o outro. Pelo que eu vejo, Mateus, o encanto que você tinha por ela se perdeu. Isso acontece aos montes por aí.

Renato – Essa quebra de encanto acontece quando o objetivo é o sexo e é ir para a cama com a outra pessoa. Os solteiros erram especialmente ao comprar a falsa ideia de querer saber se a pessoa é compatível sexualmente. É engraçado porque as pessoas só usam esse argumento para o sexo. Você não ouve ninguém dizendo que quer saber se é compatível com a sogra, que quer morar com ela antes de casar para ver se ela é uma boa sogra, já que será sua sogra para sempre. Nem ouve ninguém dizendo que quer saber se são compatíveis no dinheiro, deixando o dinheiro na mão da outra pessoa por três meses para saber se ela o usa do jeito que o agrada. Ninguém faz isso. Só acontece com relação ao sexo. E, comparativamente, você vai usar dinheiro muito mais do que fará sexo no casamento, vai conviver com essa pessoa e parentes muito mais do que terá sexo com essa pessoa. O argumento do test-drive, na verdade, é uma grande desculpa, uma desculpa esfarrapada para ir para a cama com a outra pessoa. Essa é a realidade. Então, Mateus, você não está preparado nem para namorar nem para casar.

Meu conselho é que desfaça esse relacionamento e tome juízo. E, se existe uma ponta de sinceridade em sua pergunta, se realmente deseja mudar e namorar de forma inteligente, leia o livro Namoro Blindado e pratique os conselhos. Se não acreditar nisso, não leia o livro nem siga as orientações que damos no A Escola do Amor Responde. Afinal, de nada vai adiantar.

A Escola do Amor Responde

Diariamente, Renato e Cristiane Cardoso esclarecem dúvidas sobre a vida amorosa. Se você deseja ouvir os podcasts com os programas apresentados por eles, acesse aqui.


  • Por Flavia Francellino / Foto: Fotolia 


reportar erro