Rede aleluia
Divórcios e casamentos infelizes: os resultados da quarentena
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 15 de outubro de 2020 - 14:18


Divórcios e casamentos infelizes: os resultados da quarentena

Descubra como blindar seu casamento, mesmo durante a pandemia

Divórcios e casamentos infelizes: os resultados da quarentena

Cinquenta e quatro por cento. Esse é o aumento de divórcios consensuais registrados pelo Colégio Notarial do Brasil (CNB/CF) entre maio e julho de 2020. No total, foram 7.213 matrimônios encerrados.

Antes dessa data, já na quarentena, outros 4.641 casais se divorciaram entre março e junho.

Esse é um crescimento considerável em relação ao número de divórcios de 2019. Se considerarmos apenas julho de 2020, o aumento foi de 9% em relação a julho de 2019. Já junho de 2020 chegou a ter 12% a mais de divórcios do que junho de 2019.

E não são apenas os divórcios que aumentaram durante a quarentena. Os casais infelizes também. É o que indicam as pesquisas realizadas no Google.

Pesquisas como “quanto custa um divórcio”, “como dar entrada no divórcio” e “é possível se divorciar online” cresceram cerca de 300% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Os números mostram: a quarentena está eliminando de vez os casamentos que não estavam blindados.

Casamento não é só alegria

Evidentemente, a pandemia de COVID-19 é complicada de se enfrentar para todas as pessoas. No entanto, um casamento sólido não se deixa abalar pelos problemas. Ao contrário: diante das dificuldades, o casal se une para buscar a superação.

“Casamento não é só feito de momentos bons”, explica o escritor Renato Cardoso, autor do livro “Casamento Blindado – O Seu Casamento à Prova de Divórcio”.

De acordo com ele, muitos casais, diante de tempos ruins, pensam que o sonho acabou, que a felicidade não é possível e que o melhor é buscar o divórcio. Mas isso não é verdade.

“Na vida temos de aprender a resolver problemas para ter sucesso. E não é diferente no casamento”, afirma o escritor.

É pensando em quem quer blindar seu casamento e aprender a vencer obstáculos, que os conselheiros matrimoniais Renato e Cristiane Cardoso realizarão, no dia 25 de outubro, próximo o “Domingo do Casamento Blindado”.

A iniciativa tem como objetivo ajudar nesse processo de aprendizado e, consequentemente, ensinar o caminho que precisa ser percorrido para restaurar o casamento e fazê-lo se tornar à prova de divórcio.

O “Domingo do Casamento Blindado” será realizado no dia 25 de outubro, no Templo de Salomão e em todos os templos da Universal. Consulte aqui os endereços. Veja o convite no vídeo abaixo:


Divórcios e casamentos infelizes: os resultados da quarentena
  • Andre Batista / Foot: Getty Images 


reportar erro