Rede aleluia
Distribuição de frutas incentiva bons hábitos alimentares no Reino Unido
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 21 de Junho de 2022 - 13:41


Distribuição de frutas incentiva bons hábitos alimentares no Reino Unido

Um bilhão de pessoas em todo o mundo devem se tornar obesas até 2030

Distribuição de frutas incentiva bons hábitos alimentares no Reino Unido

A fim de incentivar os bons hábitos alimentares da população, o programa social Patient Care Group do Reino Unido – conhecido no Brasil como Grupo da Saúde –  realizou, no dia 12 de junho, a distribuição de frutas e lanches saudáveis nas cidades de Londres, Sheffield, Luton e Birmingham.

A iniciativa do programa social surgiu como forma de incentivar a campanha “Semana da Alimentação Saudável 2022”, promovida pela Fundação Britânica de Nutrição entre os dias 13 e 17/6.

 “Há muitas pessoas no Reino Unido que, infelizmente, não prestam muita atenção às quantidades de lanches não saudáveis ​​que consomem diariamente. Isso tem um efeito muito prejudicial para a saúde, e é por isso que temos vários casos aqui de doenças relacionadas à dieta entre a população”, explica o responsável pela ação David Nzuruba.

Segundo ele, iniciativas como esta ajudam a “conscientizar sobre as alternativas saudáveis ​​para alimentos que não têm valor nutricional. Buscamos incentivar o maior consumo de frutas e vegetais como uma forma de levar a saúde a sério, levando à reflexão sobre os hábitos e escolhas alimentares diários”.

Na ação, o programa social montou mesas repletas de frutas e outros lanches saudáveis, para que as pessoas pudessem escolher os itens gratuitamente. A partir daí, foi proposto a eles o desafio de comerem 5 porções de frutas e/ou vegetais todos os dias e, assim, obter nutrientes e vitaminas necessários para o bom funcionamento do organismo.

O voluntário Eseroghene Akarovwe, 49 anos, relata que a ação causou um grande impacto nos participantes. “Fazer parte desse projeto foi incrível. Os integrantes do grupo afirmaram que, após a dinâmica, ficaram mais preocupados com a própria saúde. Definitivamente, fui encorajado a comer mais frutas e vegetais esta semana, e espero continuar assim”.

De acordo com o Atlas Mundial da Obesidade de 2022, divulgado pela Federação Mundial de Obesidade, um bilhão de pessoas em todo o mundo devem se tornar obesas até 2030.

Fundado pela Igreja Universal do Reino de Deus na década de 80, o Grupo da Saúde presta auxílio aos doentes e respectivos familiares, bem como aos profissionais de saúde. No ano passado, 1.865.009 pessoas foram beneficiadas pelas ações do programa social.


Distribuição de frutas incentiva bons hábitos alimentares no Reino Unido
  • Unicom / Fotos: Cedidas 


reportar erro