Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 18 de outubro de 2019 - 23:45


Dia 20, “Encontro de Gerações” promove atividades entre jovens e idosos

Especialistas apontam que convívio entre mais jovens e mais velhos é benéfico para ambas as faixas etárias. Evento acontece em várias cidades do RJ

No próximo domingo (20), o programa social Força Jovem Universal (FJU) em parceria com o programa social Calebe – grupo de apoio aos idosos, realizará o evento “Encontro de Gerações” em diversas regiões do Rio de Janeiro. Atividades físicas, jogos de tabuleiro e muita música colocarão, frente a frente, os mais moços contra os mais velhos.

Segundo o responsável pela FJU do Rio de Janeiro, Randal Brito, o principal objetivo do evento é mostrar para as duas gerações a importância de compartilhar suas atuais experiências.

O principal encontro acontecerá na Vila Olímpia de Honório Gurgel, localizada na zona norte da capital fluminense, onde são esperadas mais de 3 mil pessoas.

Para Randal, é importante que os idosos mantenham contato com os jovens, mesmo não usufruindo muito do “mundo virtual” em que eles vivem. “Os mais experientes precisam se inspirar na juventude e aprender formas de permanecer com o cérebro ativo, sem deixar que ele envelheça. O amadurecimento traz força e sabedoria, mas o envelhecimento traz doenças e fraquezas”.

“Por outro lado, no caso dos jovens, eles poderão constatar que, mesmo já sem aquela força física, os idosos podem oferecer toda sabedoria, experiência e a estabilidade emocional adquirida durante toda a vida deles, além de transmitirem valores significativos com histórias marcantes e transformadoras”, concluiu Randal.

Futebol, vôlei, basquete, tênis, aeromix, zumba, ping pong e jogos de tabuleiros como Xadrez e Dama estão na programação.

Estudos recomendam a interação com jovens para um envelhecimento saudável

Em 2017, especialistas presentes à audiência pública conjunta das comissões de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa e de Seguridade Social e Família afirmaram que o envelhecimento da população brasileira pede políticas públicas para estimular a chamada “solidariedade intergeracional” (interação entre as gerações).

O representante da Confederação Nacional das Entidades de Família, Pedro Hollanda, afirmou que “isso gera maior bem-estar no idoso, diminui a sensação de solidão, aumenta a expectativa e sentido para vida dele, porque assim, passa a se sentir alguém ativo na sociedade.”

Serviço:

Local: Vila Olímpia de Honório Gurgel – R. Ururaí, s/n – Honório Gurgel, Rio de Janeiro – RJ

Data: 20/10

Horário: 14h

 


  • Unicom 


reportar erro