Rede aleluia

Notícias | 18 de outubro de 2019 - 23:45


Dia 20, “Encontro de Gerações” promove atividades entre jovens e idosos

Especialistas apontam que convívio entre mais jovens e mais velhos é benéfico para ambas as faixas etárias. Evento acontece em várias cidades do RJ

No próximo domingo (20), o programa social Força Jovem Universal (FJU) em parceria com o programa social Calebe – grupo de apoio aos idosos, realizará o evento “Encontro de Gerações” em diversas regiões do Rio de Janeiro. Atividades físicas, jogos de tabuleiro e muita música colocarão, frente a frente, os mais moços contra os mais velhos.

Segundo o responsável pela FJU do Rio de Janeiro, Randal Brito, o principal objetivo do evento é mostrar para as duas gerações a importância de compartilhar suas atuais experiências.

O principal encontro acontecerá na Vila Olímpia de Honório Gurgel, localizada na zona norte da capital fluminense, onde são esperadas mais de 3 mil pessoas.

Para Randal, é importante que os idosos mantenham contato com os jovens, mesmo não usufruindo muito do “mundo virtual” em que eles vivem. “Os mais experientes precisam se inspirar na juventude e aprender formas de permanecer com o cérebro ativo, sem deixar que ele envelheça. O amadurecimento traz força e sabedoria, mas o envelhecimento traz doenças e fraquezas”.

“Por outro lado, no caso dos jovens, eles poderão constatar que, mesmo já sem aquela força física, os idosos podem oferecer toda sabedoria, experiência e a estabilidade emocional adquirida durante toda a vida deles, além de transmitirem valores significativos com histórias marcantes e transformadoras”, concluiu Randal.

Futebol, vôlei, basquete, tênis, aeromix, zumba, ping pong e jogos de tabuleiros como Xadrez e Dama estão na programação.

Estudos recomendam a interação com jovens para um envelhecimento saudável

Em 2017, especialistas presentes à audiência pública conjunta das comissões de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa e de Seguridade Social e Família afirmaram que o envelhecimento da população brasileira pede políticas públicas para estimular a chamada “solidariedade intergeracional” (interação entre as gerações).

O representante da Confederação Nacional das Entidades de Família, Pedro Hollanda, afirmou que “isso gera maior bem-estar no idoso, diminui a sensação de solidão, aumenta a expectativa e sentido para vida dele, porque assim, passa a se sentir alguém ativo na sociedade.”

Serviço:

Local: Vila Olímpia de Honório Gurgel – R. Ururaí, s/n – Honório Gurgel, Rio de Janeiro – RJ

Data: 20/10

Horário: 14h

 


  • Unicom 


reportar erro