Rede aleluia
Detentas começam curso de produção de moda praia em Torres
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 22 de Outubro de 2021 - 17:21


Detentas começam curso de produção de moda praia em Torres

A capacitação profissional é uma forma de contribuir com a ressocialização

Detentas começam curso de produção de moda praia em Torres

Proporcionar capacitação profissional é uma forma de contribuir com a ressocialização de detentos e detentas. Dessa maneira, ao recuperar a sua liberdade, poderão buscar inserção no mercado de trabalho. Com esta missão, o grupo Universal nos Presídios (UNP) oferece cursos profissionalizantes em penitenciárias por todo o Brasil. Centenas de pessoas já receberam qualificação nas áreas de costura, beleza, culinária, elétrica e barbearia, por exemplo.

No dia 19 de outubro último teve início o curso de corte e costura de moda praia (fabricação de biquínis e maiôs) no Presídio Estadual Feminino de Torres, no Rio Grande do Sul. Respeitando todas as orientações sanitárias na prevenção à Covid-19, a primeira turma conta com 14 inscritas. Elas participarão de 2 horas de aulas semanais durante 3 meses e, ao final do curso, ganharão certificado de capacitação profissional na área.

“A importância desse trabalho de ressocialização é poder formar profissionais, para que, ao saírem, iniciem uma carreira. É muito gratificante fazer parte e contribuir para que elas estejam preparadas para o mercado de trabalho”, comentou o Pastor Charles Almeida de Aguiar, responsável pelo trabalho do grupo UNP no estado.

Ações que levam motivação e oportunidade de recomeçar

Ainda durante a aula inaugural, as alunas receberam uma palavra de fé e motivação. Também foi feita uma oração em prol de todos os presentes e suas famílias. Além disso, cada uma delas ganhou exemplares dos livros “Namoro Blindado‘ e “Casamento Blindado“, de autoria de Renato e Cristiane Cardoso, além do jornal Folha Universal. Ademais, puderam confraternizar em um lanche da tarde com café, chá e bolo.

“Este trabalho é muito gratificante. Pois, é muito prazeroso ver os olhos delas brilhando com a oportunidade de ter uma vida nova”, disse a costureira Terezinha Lemos da Rosa de Jesus, professora do curso e voluntária do grupo UNP.

Ações como esta são realizadas com frequência pelo grupo UNP no estado e no presídio feminino de Torres.

“O presídio acredita que toda a forma de qualificação profissional e comprometimento voltado para a atividade laboral é de grande valia. Possibilitar a essas mulheres uma capacitação é 50% para o recomeço na vida livre”, declarou a diretora do Presídio Estadual Feminino de Torres, Juliana Malacarne Einsfeld.

Universal nos Presídios

Conheça mais sobre o trabalho do grupo UNP visitando a Universal mais próxima de sua casa.

Para saber mais a respeito desse trabalho e se tornar um voluntário, acesse a página oficial do grupo Universal nos Presídios no Facebook.


Detentas começam curso de produção de moda praia em Torres
  • Redação / Fotos: Cedidas 

  • Colaborador: 

  • Michele Roza


reportar erro