Rede aleluia
Deputado mente que Universal fará coleta de assinaturas para partido político
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 20 de Novembro de 2019 - 22:42


Deputado mente que Universal fará coleta de assinaturas para partido político

Sem verificar informação, Imprensa espalha fake news inventada por parlamentar

Deputado mente que Universal fará coleta de assinaturas para partido político

Nos últimos dias, a Imprensa tem divulgado que a Igreja Universal do Reino de Deus ajudará na coleta de assinaturas para a criação do novo partido político que foi anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro, chamado Aliança pelo Brasil. É mentira.

A fonte da fake news (notícia falsa, em inglês) seria o deputado federal Marcelo Freixo (PSol-RJ), que espalhou o boato por intermédio de suas redes sociais, acusando a Universal de ter se oferecido para recolher as assinaturas que a Justiça Eleitoral exige. Pela legislação em vigor, é necessário o apoio de cerca de 500 mil eleitores, que é a quantidade equivalente a 0,5% dos votos válidos na última eleição para a Câmara, distribuídos entre, pelo menos, um terço dos estados.

A Universal afirma categoricamente: NÃO existe qualquer plano para recolher assinaturas para partido político.

Se a Imprensa cumprisse a sua missão de modo ético, verificaria com a Universal a veracidade da informação antes de espalhá-la.

A cada dia que passa, mídia e redes sociais ficam mais parecidas no apreço pela mentira. Desconfie sempre das certezas que lhe entregam.

UNIcom – Departamento de Comunicação Social e de Relações Institucionais da Universal


reportar erro