Rede aleluia
Curso ensina mulher a identificar possível agressor no início do relacionamento
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 29 de novembro de 2019 - 17:19


Curso ensina mulher a identificar possível agressor no início do relacionamento

Nos últimos 12 meses, 1,6 milhão de mulheres foram espancadas ou sofreram tentativa de estrangulamento no Brasil.

Curso ensina mulher a identificar possível agressor no início do relacionamento

Segundo levantamento do Datafolha deste ano, encomendado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), nos últimos 12 meses, 1,6 milhão de mulheres foram espancadas ou sofreram tentativa de estrangulamento no Brasil. Mais da metade delas (52%) não denunciou o agressor ou procurou ajuda.

Para ajudar as mulheres a descobrirem se estão em um relacionamento abusivo, ou para auxiliar aquelas que necessitam de orientação para denunciar o atual agressor, o Projeto Raabe – programa social que presta apoio a vítimas de violência doméstica – iniciará o “Curso do Autoconhecimento” e oferecerá atendimento individual, no dia 3/12.

raabeO curso é gratuito e acontece em todo o Brasil.  Em São Paulo, ele será realizado no 10º andar do Templo de Salomão, no bairro do Brás. As inscrições serão realizadas no 1º dia de aula. Para demais localidades clique aqui.

Nos atendimentos, as voluntárias oferecem apoio psicológico, emocional e jurídico. Além disso, o grupo também busca ajudar as vítimas em locais estratégicos, como delegacias da Mulher, presídios e centros de acolhimento.

Reconhecendo o agressor

Para a responsável pelo Raabe, Fernanda Lellis, é possível reconhecer um possível agressor, já no início de uma relação. “A maioria deles têm características semelhantes, como, por exemplo, o ciúme possessivo. Normalmente, ele inicia o abuso controlando com quem a companheira conversa, a forma que se veste”, explicou.

“O mais preocupante é que a maioria das mulheres não enxerga essas atitudes iniciais do companheiro como um problema, e sim, como uma maneira ‘protetiva’. Mas, a longo prazo, essa permissividade dará outras aberturas para o agressor se manifestar, como a agressão verbal e física”, alertou Fernanda.

Serviço:

Local: Templo de Salomão – Av: Celso Garcia, 605 – 10º andar.

Data: 3/12

Horário: 19h


Curso ensina mulher a identificar possível agressor no início do relacionamento
  • Unicom / Foto: Getty Images 


reportar erro