Rede aleluia
Cuidado com as tentações que destroem a vida amorosa
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 16 de Julho de 2021 - 14:56


Cuidado com as tentações que destroem a vida amorosa

Renato e Cristiane Cardoso orientam como proceder para não se deixar seduzir por elas

Cuidado com as tentações que destroem a vida amorosa

Embora as pessoas, em sua maioria, costumem relacionar tentação à vida sexual, existem muitas outras que podem destruir a vida amorosa de um casal.

De acordo com Renato Cardoso, as tentações de forma geral são um dos problemas que mais afetam a vida amorosa, entretanto, não se fala muito a respeito e muito menos de suas consequências.

Ele compara a tentação a uma casca de banana. Você sabe que se pisar em uma a probabilidade de escorregar e cair é alta, então, quando você avista uma já se desvia dela. No entanto, muitos, infelizmente, não agem da mesma forma quando se deparam com uma tentação.

“Muitas pessoas encontram-se com a vida amorosa destruída e tudo porque não souberam lidar com a tentação”, destaca.

Não abra a porta para tentação

Cristiane Cardoso destaca que, atualmente, as tentações são muito mais agressivas, pois estão presentes na vida das pessoas por meio do celular, internet, filmes, moda, etc. “A tentação virou um vizinho. Ao ver tanta gente caindo em tentação, as pessoas acabaram se acostumando com ela, virou uma coisa normal”, lamenta.

“Mas a tentação não pode ser vista como algo normal, pois ela faz muito mal”, alerta. Por isso, a pessoa tem que aprender a identificá-la e não abrir a porta convidando a tentação para entrar na vida dela.

Mas como foi falado no início, não se trata apenas de uma questão sexual. Quantas pessoas, por exemplo, estão endividadas porque não souberam resistir à tentação de uma promoção? Ela compra sem pensar e depois paga um preço altíssimo pela sua impulsividade.

“Você nunca vai ser tentado a fazer o bem, mas sempre a fazer o mal. Se eu estou sendo tentado é porque é uma coisa errada. Se eu tenho que esconder pior ainda. A tentação sempre vem de maneira sutil. O diabo lança a sugestão e se ele percebe que a pessoa balançou, então ele vai investir. O diabo conhece o ser humano e sabe o que fazer para tentá-lo. É a especialidade dele levar o ser humano a ser tentado”, alerta Renato.

Vida íntima do casal

Uma vida íntima saudável, plena e frequente reduz drasticamente possíveis deslizes. Pois uma vez que as necessidades físicas e emocionais são supridas dentro do relacionamento não há razão para buscar supri-las do lado de fora. Não que isso garanta 100% que a pessoa não se deixará seduzir pelas tentações – uma vez que há outras questões envolvidas, como o caráter, por exemplo -, mas certamente diminui muito as chances de acontecer.

“Você que é casado (a), a vida íntima conjugal tem que ser saudável, satisfatória para os dois. Hoje muitos caem no adultério porque descuidam da intimidade do casal e isso é o termômetro da vida conjugal. Vocês têm que encontrar um caminho para fazer disso um prazer e não um fardo. Seu foco tem que ser sempre satisfazer o outro”, aconselha Renato.

Contudo, Cristiane observa que muitas mulheres têm dificuldades nessa área porque não recebem a atenção e o carinho do marido ao decorrer do dia, então fica difícil haver clima. Pois, especialmente, para a mulher, o carinho e a atenção são muito necessários para que ela esteja no clima para o sexo acontecer. Então, é preciso criar esse clima.  O mesmo vale para mulher que muitas vezes quando marido chega em casa, em vez de criar um clima agradável, gentil, quer falar sobre os problemas da casa, quando poderia escolher um outro momento para isso.

José e Azenate

Quando se fala em resistir e fugir das tentações, José é um dos maiores exemplos contidos na Bíblia. (Leia Gênesis 39:6-12).

Por muito tempo ele foi assediado pela esposa de Potifar, mas em nenhum momento ele cedeu a proposta indecente daquela mulher. “Pode ter certeza que a carne dele queria ir para a cama com aquela mulher, mas dentro dele havia temor a Deus, havia lealdade”, destaca Renato.

Entretanto muitas pessoas se comportam como a mulher de Potifar que corria atrás da tentação, enquanto José, fugia. Essa é a atitude mais inteligente. José não flertava com o pecado, ele evitava estar com aquela mulher. E, por causa disso, foi injustiçado. Mas porque foi fiel, Deus o honrou. No mesmo dia em que ele se tornou governador do Egito conheceu Azenate, sua esposa.

A Bíblia é clara quando diz que devemos fugir da aparência do mal (1 Tessalonicenses 5:22). Mas quando a pessoa não tem temor a Deus, sempre vai dar a desculpa que foi fraco. Mas a verdade é que ela não teme a Deus.  “José só resistiu porque temia a Deus. Problema se enfrenta, tentação se foge”, ensina Renato.

Acesse a plataforma Univervídeo e assista a esta e as palestras anteriores da série “Casais de Gênesis”.

 


Cuidado com as tentações que destroem a vida amorosa
  • Jeane Vidal / Foto: Istock e Reprodução 


reportar erro