Rede aleluia
Conheça os sinais de que você pode estar se relacionando com um futuro agressor
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 25 de maio de 2020 - 23:46


Conheça os sinais de que você pode estar se relacionando com um futuro agressor

Confira o programa The Love School, exibido no sábado (23), e a live desta segunda (25). Neles, os professores, Renato e Cristiane Cardoso, responderam perguntas

Conheça os sinais de que você pode estar se relacionando com um futuro agressor

Para responder a essa pergunta, os apresentadores Renato e Cristiane Cardoso, do programa The Love School, exibido no último sábado, 23 de maio, trouxeram à tona casos recentes de crimes passionais que, infelizmente, têm sido recorrentes no Brasil e, diariamente, ocupado os noticiários.

Mas, o que pode ser feito para evitar que tragédias como essas aconteçam?

De acordo com Renato Cardoso é possível identificar, logo no início do relacionamento, se a pessoa com quem você está se envolvendo é um agressor em potencial. Para isso, entretanto, é necessário observar os sinais.

Fatores em comum num relacionamento abusivo

Conheça abaixo alguns fatores comuns em um relacionamento abusivo que, de acordo com o apresentador, apontam para uma agressão futura:

1 – A pessoa não conhecia bem a outra e já começa um relacionamento – Normalmente, são casais que não se preocuparam em conhecer melhor um ao outro e já mergulharam de cabeça no relacionamento.

2 – Apresenta comportamentos possessivos –  O agressor gosta de sentir que tem a posse da outra pessoa. Esse é um sinal claro de que a agressão pode acontecer. Daí a importância de observar como a pessoa lida com situações de raiva. Se a pessoa também não quer que você conheça seus familiares e amigos, já é um alerta.

3 – Traços da vítima que atraem o abusador –  Algumas pessoas têm certos traços de comportamentos que atraem pessoas abusivas . Exemplo: ela confunde amor com paixão, se apega facilmente, é extremamente carente.

4 – Pulam fase do relacionamento –   Renato Cardoso destaca que em um relacionamento saudável é preciso respeitar as fases, que são: amizade, conhecer, namoro, noivado, casamento. Então, é preciso subir degrau por degrau.

O verdadeiro amor traz paz e equilíbrio

Para a psicóloga Pâmela Magalhães, o amor é um sentimento que traz equilíbrio, paz e que respeita a individualidade do outro. Contudo, haverá momentos em que frustrações irão ocorrer e a grande questão é a forma com que cada um irá lidar com elas.

“Então, acho que é importante a gente ter sempre esse alarme de que: não, o amor não mata, e ninguém é propriedade de ninguém. O que há são pessoas, infelizmente, que são desconhecedoras das suas questões e dos seus déficts emocionais e acabam se relacionando. E esse amor patológico, seus transtornos de personalidades, de humor, e mesmo de desvio de caráter, vão aparecer muito mais tarde”, esclarece a psicóloga.

Acompanhe o programa na íntegra e saiba como sair de um relacionamento abusivo:

Quão bem você se conhece?

E nesta segunda-feira (25), o casal deu continuidade ao assunto, devido às muitas perguntas dos participantes durante o programa. Assim, às 22 horas, Renato e Cristiane Cardoso realizaram uma live no perfil oficial do The Love School, no Instagram.

Na ocasião, reforçaram o tema abordado no último programa e explicaram como não se deixar levar por este tipo de relacionamento. “As pessoas se sujeitam a este tipo de relacionamento, porque não se amam. Elas carregam traumas e acham que, ao se relacionarem com outra pessoa, isso irá apagar o que viveram, ou apenas, preencherá a insuficiência interna. Você tem que aprender a enfrentar seus ‘monstrinhos’”, comentou Renato Cardoso.

E ressaltou: “Esteja bem resolvida, tenha primeiro um relacionamento com Deus e depois com você mesma; aí sim você terá um bom relacionamento com outra pessoa”, disse.

Assista na íntegra a transmissão, clicando aqui.


Conheça os sinais de que você pode estar se relacionando com um futuro agressor
  • Jeane Vidal / Foto: Reprodução e Getty Images 


reportar erro