Rede aleluia
Como voltar a acreditar na felicidade amorosa?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 12 de janeiro de 2020 - 00:05


Como voltar a acreditar na felicidade amorosa?

Entenda como Patrícia e Geraldo curaram as feridas abertas no passado

Como voltar a acreditar na felicidade amorosa?

É comum que pessoas que estão com traumas do passado procurem alternativas para se livrar deles. Muitas encontram a solução quando conhecem a Deus, o Autor do Amor, por meio da Terapia do Amor (reunião que acontece às quintas-feiras em qualquer Universal).

Foi o que aconteceu com Patrícia Genonadio, (foto abaixo) de 45 anos. Ela viveu um casamento marcado por abusos: durante muitos anos o marido a agrediu verbal e fisicamente. “Com tudo isso, vieram traumas e complexo de inferioridade. Consequentemente, me tornei uma pessoa fria e que não acreditava mais que poderia existir um relacionamento feliz”, comenta.

Depois de alguns anos de descrença, Patrícia conheceu a Terapia do Amor e sua perspectiva em relação à área amorosa mudou. “A minha história mudou por meio das palestras. Antes eu achava que a Terapia servia para arrumar namorado, mas entendi que ela ajuda a curar os traumas e estar bem conosco antes de entrar em um relacionamento”, alega.

Ao receber os ensinamentos, Patrícia aprendeu a se valorizar. Ela mudou seu interior e suas feridas e complexos foram curados. Algum tempo depois, ela conheceu Geraldo Silva, de 55 anos, que também carregava muitos sofrimentos sentimentais e não acreditava que poderia ter sucesso nessa área. “Minha vida amorosa era a imagem do fracasso por causa de muitas traições e frustrações. Comecei a ser um homem complexado, grosseiro, estúpido e que não confiava em ninguém”, diz.

Foi na Terapia do Amor que Geraldo também superou os problemas e aprendeu o verdadeiro papel do homem no relacionamento.

“Entendi que antes de tudo eu precisava do Espírito do Amor dentro de mim. Mudei minha história depois que entreguei minha vida a Deus”, afirma.

Curados interiormente, eles iniciaram o namoro. “Estávamos decididos em relação ao que queríamos e sabíamos que o namoro seria para casar, pois não poderíamos errar de novo. Foram nove meses de namoro e noivado, sempre com o propósito de agradar a Deus”, diz Geraldo. E conta que hoje o casal vive feliz.

O casamento aconteceu em novembro de 2017 na Universal. “Priorizamos o Altar, pois foi por meio dEle que conquistamos tudo o que temos hoje, incluindo o Espírito de Deus. Ele representou para nós honrar ao nosso Deus e nossa gratidão por tudo o que Ele fez”, diz Patrícia. “Aprendemos muito um com outro e nos amamos mais, pois a nossa base é o Espírito Santo”, conclui Patrícia.


Como voltar a acreditar na felicidade amorosa?
  • Camila Teodoro / Foto: Getty Images e cedida 


reportar erro