Rede aleluia
Como você reage diante de um problema?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 5 de Janeiro de 2018 - 02:05


Como você reage diante de um problema?

Cristiane Cardoso destaca 3 tipos de reações que as pessoas costumam ter, mas apenas uma delas é eficaz. Saiba qual

Como você reage diante de um problema?

E se ao chegar ao trabalho hoje você fosse surpreendido com uma demissão? Ou se descobrisse que está com uma doença grave ao realizar um exame de rotina? E se seu cônjuge chegasse em casa hoje com um pedido de divórcio? Enfim, qual é a sua reação diante de uma má notícia?

De acordo com a apresentadora Cristiane Cardoso, existem 3 tipos de reações, porém, apenas uma delas produz o efeito que esperamos: a transformação (solução) do problema.

Primeira reação – Desespero

Diante de um problema financeiro, familiar, amoroso, de saúde, enfim, seja qual for a adversidade, a reação mais comum nas pessoas é se desesperar. Elas choram, ficam abatidas, angustiadas e buscam consolo dos amigos, dos parentes e se expõem nas redes sociais, como se estivessem pedindo socorro ou mendigando comiseração. Ou seja, “elas reagem com emoção”, afirma Cristiane. “Claro, é normal você ficar triste ao receber uma notícia ruim, mas o problema é quando você se deixa abalar por ela. Quando começa a se lamentar, reclamar, entrar em depressão, acabam desenvolvendo outros problemas por causa do desespero”.

Segunda reação – Entregar na mão de Deus

Cristiane explica que essa reação é muito comum entre os cristãos, especialmente com as mulheres. Elas acreditam que quando agem assim estão agradando a Deus, pois julgam que com isso estão mostrando confiança no Altíssimo. Porém, erram, porque sob o pretexto de que entregaram aquela situação nas mãos de Deus, simplesmente cruzam os braços e não fazem nada a respeito.

“Foi o que o povo de Israel fez durante todos os anos de escravidão no Egito. Em vez de clamarem a Deus, aceitaram aquela imposição de faraó e se justificaram dizendo que confiavam que Deus iria libertá-los”, mas isso só aconteceu quando eles reagiram de acordo com a terceira reação.

Deus espera sim que confiemos nEle, mas isso inclui fazer a nossa parte, conforme veremos a seguir.

Terceira reação – Agir a fé

Essa é a reação que Deus espera que tenhamos, pois é somente por meio da fé que alcançamos o favor de Deus. “Ao receber uma má notícia você pode até ficar triste, mas reage por meio da fé, não se deixando abater pelo problema, em vez disso, busca a direção de Deus para combatê-lo”. Essa é a reação que traz resultado, como aconteceu com o povo de Israel.

Somente quando eles agiram a fé e clamaram pelo livramento é que Deus enviou Moisés para libertá-los do Egito.

Durante 400 anos, eles ficaram esperando a promessa de Deus se cumprir de braços cruzados, acreditando que pelo fato de haver uma promessa ela se cumpriria por si só. Só que não. É necessário fazermos a nossa parte, usarmos a fé, do contrário morreremos no deserto como aconteceu com aquela geração que saiu do Egito. Somente Josué e Calebe entraram.

A verdadeira confiança em Deus

“A vida sempre nos colocará frente a frente com os problemas”, ressalta Cristiane. “Todos nós, independentemente do tempo de igreja, de ter ou não o Espírito Santo, iremos nos deparar com situações na qual a nossa fé será testada. Se você quer viver pela fé não pode agir como a maioria das pessoas age: por impulso, baseada nos sentimentos”, aconselha.

É preciso muito cuidado porque todo dia o diabo tenta sutilmente nos fazer achar que o problema é normal.

A única maneira de vencer e superar qualquer adversidade é agir a fé e ir à luta. Isso é confiar em Deus.


Como você reage diante de um problema?
  • Por Jeane Vidal / Fotos: Thinkstock 


reportar erro