Rede aleluia
Como você reage às pessoas que têm mais sucesso do que você?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 5 de Maio de 2022 - 14:06


Como você reage às pessoas que têm mais sucesso do que você?

A história de Caim e Abel pode nos ensinar muito sobre isso

Como você reage às pessoas que têm mais sucesso do que você?

Durante a programação Inteligência e Fé, do dia 5 de maio, o Bispo Renato Cardoso explicou que há dois tipos de reação que alguém pode ter diante de uma pessoa de sucesso: admiração ou inveja.

Por que isso é importante:

Diante de uma pessoa de sucesso, podemos aprender sobre o que precisamos melhorar em nós mesmos, podemos  também nos sentir felizes pelo sucesso daquela pessoa. Mas, há pessoas que escolhem se sentir inferiorizadas, com o sentimento de vingança ou algo parecido. O problema desse segundo tipo de comportamento é que ele não traz benefícios para a nossa vida.

Caim escolheu a segunda opção:

A história de Caim e Abel nos ensina muito sobre esta situação (Gênesis 4). Porque, quando Caim viu o irmão apresentar algo agradável a Deus, ele tinha duas opções: depositar algo igualmente bom no Altar ou sentir raiva do que estava acontecendo. Ele, como todos nós sabemos, escolheu a segunda opção.

  • “Caim se irou fortemente, ele ficou com raiva, muita raiva. Então, você pode imaginar a feição de Caim quando isso aconteceu: ele fechou a cara. Caiu o semblante. Ficou muito irado. Só que a raiva dele não foi dirigida à sua atitude errada. Se ele tivesse dirigido a sua raiva para o seu desempenho insuficiente, ele teria dito: eu fiz um péssimo trabalho, foi mal da minha parte, mas eu quero fazer melhor da próxima vez. Aliás, foi o que Deus disse para ele: você errou agora, mas faça melhor da próxima vez. Você tem muitas oportunidades de acertar, daqui para frente. Foi o que Deus disse para ele. Deus não o pisou, não o esmagou. Ele disse: você pode fazer melhor e vai dar certo para você também, como deu para o seu irmão”, apontou o Bispo.

As consequências de Caim:

Caim ficou com inveja, raiva, de Abel e desejou tanto o mal do irmão que o matou. Assim, Caim até hoje é o representante dos que são amaldiçoados.

  • “Se Deus deixou esta lição na Palavra dEle, é para que nós venhamos aprender e não repetir o erro. Não podemos cometer o mesmo erro de Caim, que mesmo depois de repreendido, de corrigido por Deus, ele fez pior”, observou o Bispo.

Conclusão:

Quando encontramos alguém que faz algo melhor do que nós, a nossa reação deve ser: o que essa pessoa faz de diferente que eu posso fazer para mim mesmo? Não por inveja, não para sermos competitivos, mas para que possamos nos tornar pessoas melhores.

Clique aqui e acompanhe esta e outras mensagens do Bispo Renato Cardoso na íntegra.


Como você reage às pessoas que têm mais sucesso do que você?
  • Da Redação / Foto: Record TV 


reportar erro