Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 23 de setembro de 2018 - 00:05


Como o Força Teen Universal ajuda os pré-adolescentes

Voluntários deste grupo da Universal auxiliam meninas e meninos a fazerem as melhores escolhas

O Força Teen Universal (FTU) realiza um trabalho no Brasil com mais de 170 mil pré-adolescentes com idades entre 11 e 14 anos que integram o grupo. É na adolescência que o caráter do ser humano começa a ser moldado e tem início a definição de seu caminho na vida. Por isso, o grupo incentiva os integrantes a fazerem boas escolhas.
“Nosso objetivo é levar os ‘teens’ a encontrarem o Senhor Jesus por meio da Palavra de Deus e, assim, se tornarem fortes para fazerem escolhas certas e se tornarem referência para outros”, explica o Bispo Sidnei Roberto, responsável pelo trabalho do FTU no País.

A missão do Força Teen Universal (antigo P.A. e TF Teen) é proteger os pré-adolescentes dos males e perigos que o mundo oferece, como a violência e a indução ao mau comportamento, com a propagação dos ensinamentos bíblicos.
“O que ensinamos a eles é a Palavra de Deus, a fé, a obediência, que tudo é possível ao que crê e os dois grandes mandamentos de amar a Deus e amar ao próximo. Também é explicado como defender a nossa fé sem entrar em discussões”, diz o Bispo.
Com o apoio do grupo, os adolescentes dividem experiências e realizam diversas atividades. Desse modo, fortificam sua autoestima, aprimoram seu caráter, desenvolvem o respeito pelas pessoas, a lealdade, os valores da família e os conceitos de cidadania.
Para oferecer uma atenção e orientação especial para os que estão nessa faixa etária, o grupo conta com milhares de conselheiros voluntários espalhados por todo o Brasil.

Conselhos
O Bispo Sidnei salienta que os conselheiros precisam ser exemplos para os adolescentes para que possam levá-los a ter um encontro com Deus e orientá-los em sua caminhada na fé. O casal Bruno Ribeiro e Aline Marks, ambos de 34 anos (foto a dir.), fazem parte da equipe preparada para ajudar os adolescentes a permanecerem no caminho do bem.
Bruno afirma que participar como voluntário é muito importante porque mais do que apenas falar sobre os caminhos certos eles mostram a importância de os pré-adolescentes escolherem servir a Deus. Além disso, ensinam que a Palavra dEle se cumpre na vida de quem a obedece. “Não se trata de uma simples leitura bíblica, mas de uma abordagem contextualizada da Palavra de Deus a partir da perspectiva do adolescente. Os conselheiros estão sempre prontos para aconselhá-los com base no que o Senhor Jesus ensina”, conta Bruno.
Aline enfatiza que esse trabalho com os adolescentes é extremamente necessário, pois orienta pessoas que estão em uma fase de muitas transformações interiores. Ela ainda comenta que o grupo pode ajudá-los a formar suas próprias opiniões e ressalta algumas atividades que são realizadas durante os encontros. “Atuamos no ensino da Palavra de Deus para os ‘teens’, por meio de debates, dinâmicas, jogos, músicas e aconselhamentos e, assim, eles compreendem como aplicar a Palavra de Deus em suas vidas”, destaca.


  • Camila Dantas / Fotos: Cedidas e Marcelo Alves  


reportar erro