Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 6 de setembro de 2018 - 00:05


Como lidar com as críticas no casamento

Infelizmente, criticar o outro é um erro muito comum entre os casais. Entenda

Pesquisadores e especialistas em relacionamentos são unânimes em dizer: críticas em excesso é um dos principais causadores de conflitos entre casais, podendo inclusive levar ao divórcio.
Infelizmente, criticar o outro é um erro muito comum entre os casais. Quando um dos cônjuges ou ambos só consegue enxergar os defeitos do parceiro e raramente, ou nunca, reconhece seus esforços e acertos, gera nele um sentimento de frustração muito grande.
De acordo com as terapeutas Denise Miranda de Figueiredo e Marina Simas Lima, do Instituto do Casal, esse tipo de comportamento dá brechas para o surgimento de outros problemas, uma vez que o outro pode se sentir rejeitado e magoado.  “Além disso, pode virar um padrão de comportamento que irá se tornar tóxico para a relação com o passar do tempo”, afirmam.
O problema é que em muitos casos essa atitude frequente de criticar e atacar o parceiro já entrou no modo automático, virou um hábito e a pessoa não se dá conta, por isso, mesmo sem intenção, acaba ferindo o outro.
“Quem critica enfraquece o poder de realização do outro, impedindo sua colaboração, seu desenvolvimento e, claro, afeta a harmonia do relacionamento”, destaca Marina.

Se você tem sofrido com as críticas no seu casamento e não tem sabido lidar com elas, veja algumas dicas das especialistas:
Aceitar – Aceite as diferenças entre vocês. Amar é aceitar o outro como ele é, com seus defeitos e qualidades.
Resolver seus próprios conflitos: Procure se autoavaliar e entender por que age dessa maneira com o seu parceiro. Veja se seu comportamento não está relacionado a outro problema entre vocês ou com a sua criação.
Assumir a responsabilidade: Num casamento os dois são responsáveis por construir uma relação saudável, portanto, se existe um problema, cabe a ambos encontrar a solução.
Perdoe: Não perca tempo guardando mágoas e ressentimento que só servem para distanciar ainda mais o casal. Pratique o perdão.
Mude o hábito: Se criticar o seu marido ou esposa já se tornou um hábito, mude de hábito. Todas as vezes que vier a vontade de fazer uma crítica, faça um elogio. Treine isso diariamente.
Seja grato (a): Pratique a gratidão. Agradeça os pequenos gestos de generosidade, solidariedade, companheirismo e afeto do seu parceiro. Agradeça sempre.
“No dia a dia já recebemos críticas demais, portanto ninguém quer chegar em casa e ser criticado. Lembre-se: para haver mudanças não basta boas intenções, é preciso haver ação, investimento e isso se torna um hábito”, encerram Marina e Denise.
Procure entender
Para  Renato Cardoso, apresentador do programa “The Love School – A Escola do Amor”, transmitido aos sábados pela Record TV, quando algo não nos agrada num relacionamento, tendemos a reclamar, criticar, cobrar ou fechar a cara. E a primeira reação quando somos atacados é contra-atacar.
Porém, é muito mais eficaz procurar entender o outro, entender a situação, pensar numa solução e tomar uma atitude consciente a respeito.
Para aqueles que gostam de fazer críticas, o apresentador dá uma dica:
“É muito estressante quando seu parceiro ou parceira está desabafando com você, expressando o que pensa e você logo interrompe para fazer uma crítica ou dar sua opinião. Em vez de dar conselho, fingir que não ouviu ou perder a paciência com a pessoa amada, aproveite o momento para ser romântico: olhe nos olhos dela, segure a sua mão, e diga: ‘eu lhe entendo’, ‘eu sei como você se sente’. Essas palavras funcionam como mágica. Experimente usá-las mais vezes”, aconselha o apresentador.


  • Jeane Vidal / Foto: iStock 


reportar erro