Rede aleluia

Notícias | 7 de julho de 2019 - 00:05


Como agir quando o casamento chega ao fim?

Na Escola do Amor Responde, Edson afirma que sua esposa não o quer mais dentro de casa em razão dos problemas financeiros e com a ex-mulher. Inclusive, ela separou as roupas para ele ir embora. Veja a resposta dos professores Renato e Cristiane Cardoso.

EDSON – Minhas roupas já estão separadas por minha esposa. Ela me disse que se eu não sair de casa hoje, amanhã vai colocar tudo na rua. Nosso casamento sempre foi de altos e baixos. Tenho um filho de outro casamento e a mãe da criança sempre faz escândalo e ofende minha esposa. Por causa disso, ela não trata muito bem meu filho quando vem em nossa casa. O filho dela, de outro casamento, mora conosco. Nós estamos passando por problemas financeiros e eu gostaria de dar o melhor para a minha esposa, mas não é possível no momento.

CRISTIANE – O único problema que você expõe aqui, Edson, é em relação ao seu filho do outro casamento que vem em casa e dos altos e baixos na relação. Mas eu não sei que altos e baixos são esses. O fato de uma pessoa ter vários relacionamentos, vários filhos, de várias pessoas, complica a sua vida. Além de ele não ter o filho morando com ele – porque mora com a mãe –, ele tem problemas com a esposa atual, que está o mandando embora de casa. Ou seja, é uma bagunça. Muitas pessoas não querem ver que, quanto mais relacionamentos fracassados tiverem, mais complicadas as coisas ficam. Eu sugiro a você que saia dessa casa, sim, porque sua esposa já está com a cabeça feita. Saia de casa, mas não desista e veja o que você tem feito de errado neste casamento. Porque ela com certeza já está saturada e também tem o erro dela de não aceitar o seu filho.

RENATO – Você disse que a ex sempre ofende a esposa, mas não sei se você alguma vez saiu em defesa de sua esposa e se procurou pelo menos minimizar o problema. Eu sei que você não tem controle total da sua ex, mas quem sabe sua esposa atual deve ter se sentido desrespeitada, não somente pela sua ex, mas por você também, por não tê-la protegido, por não ter evitado esses barracos e a interferência da ex. Talvez você tenha fracassado, porque uma das funções do marido é proteger a esposa, e ela não está se sentindo protegida nessa situação.

Ela está errada em dar um “gelo” no seu filho, porque a criança não tem nada a ver com isso, mas não sabemos o que a tem levado a tomar essas atitudes. Então reconheça que você tem grande parte de culpa e que ela realmente está decidida a te colocar para fora de casa. É melhor que você saia para ela não colocar suas roupas na rua. É necessário esse momento de esfriamento, para que ela volte a ficar com a cabeça no lugar e tenha um tempo para ela, para depois conversarem. A única maneira é, primeiramente, admitir onde você está errando, mas não chegar culpando-a também. Se você reconhece sua parcela de culpa, diga a ela que errou e que está disposto a mudar e a salvar o seu casamento.

Você propõe o que está disposto a fazer, mas não diga que vai mudar se não estiver realmente determinado a fazer essa mudança, porque, senão, sua esposa não vai mais acreditar em você. Pergunte se existe também nela a voltade de salvar o casamento. Se não disser que sim, respeite a dor e o momento dela. Cada um deve fazer a sua parte.

CRISTIANE – É necessária essa separação. Às vezes até para a mulher reconhecer e ver que também tem algum problema. Você via que tinha alguns problemas, mas não fazia nada a respeito. O melhor é o marido enxergar os problemas antes que eles cheguem a esse estágio, porque a mulher tem muita paciência e tolera muito. Mas, quando chega no limite dela, quer dizer que ela já tolerou muito.

RENATO – Mas se for fazer isso, busque ajuda. Você já deve ouvir a Escola do Amor há algum tempo e sabe que temos trabalhado com casais, com situações até piores que a sua, que têm conseguido restaurar seu casamento nas palestras da Terapia do Amor. Então, busquem ajuda.


  • Kaline Tascin / Foto: Getty Images 



reportar erro