Rede aleluia
Cientistas tentam descobrir como será o fim da humanidade
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 19 de outubro de 2020 - 18:42


Cientistas tentam descobrir como será o fim da humanidade

Universidade de Cambridge mantém centro de estudos para prever os perigos que podem levar à extinção da vida na Terra

Cientistas tentam descobrir como será o fim da humanidade

A pandemia do novo coronavírus trouxe um alerta mundial: a humanidade pode, sim, ter um fim. Um problema surgido numa província chinesa, tomou proporções globais em pouco tempo, gerando morte, caos e terror. Por isso, governos e cientistas estão sempre em busca de se antever a crises mundiais para evitar o fim da sociedade.

A Universidade de Cambridge, no Reino Unido, por exemplo, conta desde 2015 com o Centro de Estudos de Risco Existencial (CSER), que investiga os perigos que podem levar à extinção da humanidade e o que fazer para evitá-los ou diminuir seus danos.

A bióloga molecular peruana Clarissa Rios Rojas faz parte desse grupo e identifica por que previsões baseadas em dados científicos não são ouvidas e, assim, gera políticas públicas que preparem a civilização para a próxima catástrofe global. Para ela, inegavelmente a pandemia de Covid-19 está ensinando aos governos e à sociedade o que significa se preparar para o pior.

“A Covid-19 mostrou como os sistemas começam a entrar em colapso um por um. Poderia se pensar que só o setor saúde seria afetado, mas, na verdade, o transporte, a agricultura, a educação, a economia, o trabalho foram atingidos”, disse em entrevista à BBC.

“Se quisermos colocar esses temas na agenda política, é preciso haver um esforço conjunto e não só da Universidade de Cambridge. Precisamos de uma mentalidade de cidadania global”, acrescenta.

Um passo para o Apocalipse

Especialistas projetam as possibilidades de acontecimentos que apontam para um colapso mundial e que deságua na necessidade de união dos povos, políticas e cidadania mundial e, claro, em um governo único. O que, inegavelmente, tem tudo a ver com reinado do anticristo.

Durante encontro no Templo de Salomão, o Bispo Renato Cardoso abordou este e outros sete fatos da pandemia que apontam para o Final dos Tempos. A Palavra de Deus mostra que, logo após o Arrebatamento (a retirada da Igreja do Senhor Jesus da Terra) haverá a “Grande Tribulação”, que durará 7 anos. Este período trará um sofrimento global, o que fará todos clamarem por um líder que traga a solução para o caos.

… e foi-lhe dado poder sobre todas as famílias, e línguas, e nações.

Apocalipse 13:7

“Não há mais problema só de um país, pois o que acontece em um local afeta a todos. Essa mensagem é atraente e já existe um movimento para que as nações estejam subjugadas a um poder internacional”, explicou o Bispo. “O que está acontecendo hoje prepara o cenário para a liderança mundial do anticristo. Ele receberá um poder que vai se sobrepor à soberania dos países”.

As projeções científicas e acontecimentos validam o que a Bíblia já diz há milhares de anos: este mundo acabará. Em vez de se preocupar com a parte material, invista na Salvação da sua alma.

Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça.

2 Pedro 3:13

Alerta da Salvação!

Todas as quartas-feiras, a Universal apresenta a série Alertas do Fim dos Tempos.

O 4º episódio falará sobre a gigantesca guerra que o mundo enfrenta hoje, mas quase ninguém noticia. Entenda mais sobre o assunto, participando da reunião no Templo de Salomão, no próximo dia 21. Às 10h, 15h e 20h, na Avenida Celso Garcia, 605, Brás, zona leste de São Paulo.

Você também pode ir a qualquer Universal. Encontre o endereço mais próximo de sua casa aqui.


Cientistas tentam descobrir como será o fim da humanidade
  • Rafaella Rizzo / Fotos: Getty Images 


reportar erro