Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 25 de março de 2020 - 18:43


Cidade chinesa apresenta número recorde de divórcios após a quarentena

Entenda o porquê e o que fazer para que o mesmo não aconteça com seu casamento

No intuito de conter a disseminação do Coronavírus, muitos países, assim como o Brasil, também adotaram a medida de confinamento. A China, país onde o vírus surgiu, foi o primeiro.

Mas, como a maioria dos medicamentos, o confinamento também provocou alguns efeitos colaterais. Um deles diz respeito ao relacionamento marido e mulher.

É o que diz o jornal chinês The Global Times, publicado em inglês. De acordo com o periódico, após a quarentena o número de divórcios na cidade de Xiam, capital da província de Shaanxi, com 12 bilhões de habitantes, aumentou consideravelmente.

Ao que parece, os casais que não estavam acostumados a ficar tanto tempo juntos, ainda mais sob uma grande sobrecarga de estresse que o momento atual tem ocasionado, não conseguiram administrar a situação de maneira que não afetasse o relacionamento.

Pós-quarentena: casamento destruído ou fortalecido?

A mudança brusca na rotina por si só já é um fator estressante. Somam-se a ela a incerteza e a preocupação que essa pandemia tem causado à população do mundo todo, potencializa ainda mais a carga de estresse que, no caso dos chineses, culminou em divórcios.

A princípio, na China. Mas, certamente, se estenderá a casais do mundo inteiro se eles não aprenderem a aproveitar a oportunidade para se unir, em vez de travar uma guerra um contra o outro.

De uma coisa é certa: ou os casamentos sairão fortalecidos ou destruídos. Cabe a cada um de nós decidir – por meio de nossas ações e reações – qual será o saldo final disso tudo para o nosso relacionamento.

Para os professores da Escola do Amor, Renato e Cristiane Cardoso, o casal deve encarar a quarentena como uma oportunidade de se aproximarem ainda mais um do outro e se apoiarem mutuamente.

Acalme os ânimos

“Você precisa manter o ambiente o mais calmo possível. Se você acrescenta o estresse que já é natural do momento que estamos vivendo, vai fazer o ambiente se tornar insustentável”, aconselha Renato.

Se o marido está estressado, preocupado por não poder trabalhar, ele aconselha a esposa a deixá-lo quietinho e procurar fazer algo para acalmá-lo.

“Agora não é momento de brigar, mas de procurar uma forma de acalmar os ânimos”, ensina.

Por não saber usar as oportunidades, muitas famílias estão tendo problemas nesses tempos, esclarece Renato. Em vez de focar no problema e ficar reclamando, ele aconselha o casal  a aproveitar esse tempo junto para fazer o cônjuge se apaixonar, ainda mais, por você.

Portanto, se você só vê o lado ruim de tudo isso, então, de fato, poderá ser fatal para o seu casamento.

Terapia do Amor

Para aprender a lidar com os problemas e diferenças que  são naturais na vida a dois, nesse período de quarentena, acompanhe a reunião da Terapia do Amor,  pela internet e pelo Univer.

Aliás,  esta é mais uma oportunidade  de vocês se unirem  e se fortalecerem emocional e espiritualmente. E, assim, possam enfrentar juntos esse momento difícil e saírem dele ainda mais fortes como casal.

As palestras acontecem todas as quintas-feiras, às 10h, 15h e 20h.  Enquanto durar a quarentena, você poderá acompanhar, ao vivo, pelas redes sociais: (InstagramFacebook e Youtube), pelo Univer Vídeo, pela TV Universal, mas, também, pode assistir pelos canais CNT e 21 e pela Rede Aleluia (99,5 FM). Não perca!

 


  • Jeane Vidal - Foto: Getty Images 


reportar erro