Rede aleluia
Cerca de 600 detentos no Piauí são beneficiados com ações da UNP
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 2 de setembro de 2020 - 15:49


Cerca de 600 detentos no Piauí são beneficiados com ações da UNP

Eles receberam colchonetes, medicamentos e alimentos. Saiba mais

Cerca de 600 detentos no Piauí são beneficiados com ações da UNP

O grupo UNP da cidade de Parnaíba, localizada no litoral piauiense, realizou recentemente uma ação social que beneficiou cerca de 600 detentos da Penitenciária mista “Juiz João Nono de Fontes Moura Ibiapina”, além de seus familiares.

Os voluntários montaram cestas que continham alimentos como biscoitos, massas de milho e sucos, além de produtos de higiene pessoal, como sabonetes, barbeador, desodorantes, papel higiênico e absorvente, produtos de limpeza e medicamentos. Também foram doados colchonetes e máscaras.

As cestas foram entregues pelos voluntários na porta da penitenciária, respeitando o distanciamento social, por causa da pandemia da COVID-19.

Segundo o Pastor Marcos Silva, atual responsável pelo trabalho evangelístico da UNP no local, realizar esta ação foi um grande prazer, garantiu.

“Para todos nós, do grupo UNP, é um prazer poder ajudar não só a população carcerária, mas, também, os seus familiares, levando uma Palavra de fé e esperança, pois o Senhor Jesus nos ensina isto quando disse: ‘Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e foste me ver’ (Mateus 25. 35 ao 36)”, enfatizou o Pastor.

UNP por todo o Brasil

O grupo Universal nos Presídios (UNP) atua em todo o Brasil e também em diversos países do mundo. Durante a quarentena, seus membros estão seguindo todas as normas de segurança e não deixam de levar apoio material e a Palavra de Deus a quem precisa. Conheça melhor esse trabalho acessando o perfil oficial do grupo, clicando aqui.


Cerca de 600 detentos no Piauí são beneficiados com ações da UNP
  • Sabrina Marques / Fotos: cedidas 


reportar erro