Rede aleluia
Casos de morte por doenças cardiovasculares crescem no frio
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 8 de Agosto de 2022 - 17:50


Casos de morte por doenças cardiovasculares crescem no frio

Aumento pode ser em até 30% e a exposição cada vez maior das mulheres a fatores de risco coloca o público feminino em alerta

Casos de morte por doenças cardiovasculares crescem no frio

No período do ano que abrange as estações do outono e, especialmente, do inverno, o número de mortes por doenças cardiovasculares cresce em até 30%.

Isso se dá porque nos dias de frio mais intenso nosso organismo sofre inúmeras reações para proteger os órgãos internos e manter a temperatura do corpo.

Por que é importante falar sobre isso:

  • Entre as alterações que o organismo sofre nos dias mais frios está a contração dos vasos sanguíneos.
  • A exposição cada vez maior das mulheres a fatores de risco coloca o público feminino em alerta com temperaturas baixas.
  • A cada 11 minutos, uma brasileira morre vítima das doenças circulatórias e do coração.

Assista à reportagem exibida no “Hoje em Dia” sobre o assunto:

Vale destacar que:

  • No Brasil, milhares de pessoas sofrem todo ano com doenças até consideradas comuns por muitas pessoas. Doenças crônicas como diabetes ou hipertensão que podem evoluir para um quadro mais grave.
  • Até mesmo as condições do clima podem se tornar desfavoráveis e desencadear um infarto ou derrame.
  • Além disso, alguns tipos de comportamento como vício em cigarro e abuso de bebidas alcoólicas, estresse constante e depressão são alguns dos fatores de risco apontados por especialistas.
  • Por isso, estar atento com a saúde do corpo, cuidar dos seus hábitos e realizar exames médicos periodicamente são ações muito importantes.

Mas vale ressaltar que a fé leva uma pessoa até Deus, seja para conquistar a Salvação e, claro, obter o milagre da cura total.

A cura pela fé:

Você quer receber a força e a bênção para restaurar a sua saúde e alcançar a libertação dos problemas que têm lhe atormentado? Participe da Corrente dos 70.

Acredite, para Deus nada é impossível. Semanalmente, são milhares de testemunhos de quem recebeu a cura total pela fé. Sobretudo, provando que o tempo de milagres não acabou.

A saber, as reuniões acontecem todas as terças-feiras, às 10h, 15h e 20h, no Templo de Salomão, localizado na Avenida Celso Garcia, 605, no bairro do Brás, zona leste de São Paulo.

Para mais informações sobre reuniões em sua localidade, procure a Universal mais perto.


Casos de morte por doenças cardiovasculares crescem no frio
  • Redação / Foto: iStock 


reportar erro