Rede aleluia
Bombeiros e vítimas de queimadas recebem amparo social em Portugal
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 5 de Agosto de 2022 - 18:32


Bombeiros e vítimas de queimadas recebem amparo social em Portugal

Unisocial prestou assistência nas cidades de Guarda e Vila Real

Bombeiros e vítimas de queimadas recebem amparo social em Portugal

A onda de calor registrada no continente europeu também alcançou Portugal, e, desde 10/7, o país enfrenta incêndios florestais que já deixaram centenas de mortes. Com isso, os voluntários do Unisocial se prontificaram a prestar assistência ao corpo de bombeiros e vítimas das queimadas.

As ações sociais aconteceram nos dias 22 e 26 de julho nas cidades de Guarda e Vila Real. Na ocasião, foram distribuídas 8 mil garrafas de água e 2 mil pacotes de bolachas. Algumas famílias receberam também sacolas de alimentos. Aproximadamente 200 pessoas foram ajudadas.

“Vimos muitas lágrimas das pessoas que perderam tudo, um desespero total. Afinal, tudo foi destruído pelo fogo, as plantações foram perdidas e também as casas que lutaram anos para adquirir”, relata o responsável pela ação, Francisco Silva. “Nesses momentos mais difíceis, é importante dar apoio a essas pessoas para que saibam que não estão só”.

Carina Costa conta que, dos anos que vive em Guarda, nunca viu um fogo tão próximo a cidade. “Eu senti uma aflição enorme e o que valeu foi a intervenção imediata dos bombeiros”, diz.

Somente em 2022, cerca de 60 mil hectares foram destruídos por incêndios em Portugal, segundo dados do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

O Unisocial é mantido pela Igreja Universal do Reino de Deus e atua junto às comunidades carentes. Além disso, o programa social presta assistência a vítimas de catástrofes com doações de roupas, cestas básicas e outros mantimentos. Em 2022, cerca de 442 mil pessoas foram beneficiadas através das ações no Brasil e exterior.


Bombeiros e vítimas de queimadas recebem amparo social em Portugal
  • Unicom / Fotos: Cedidas 


reportar erro