Rede aleluia
Bispo Renato Cardoso faz pedido aos presidentes do Brasil e da Angola
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 14 de julho de 2020 - 00:03


Bispo Renato Cardoso faz pedido aos presidentes do Brasil e da Angola

Ele pede dos chefes de Estado posicionamento diante dos ataques sofridos pela Igreja Universal em Angola. Entenda

Bispo Renato Cardoso faz pedido aos presidentes do Brasil e da Angola

Em Angola, a Igreja Universal tem sofrido ataques por ex-pastores da Universal, que foram desligados por má conduta e até crimes. Eles invadiram e depredaram templos. Além disso, ameaçaram e agrediram membros, pastores e suas respectivas esposas e os expulsaram de suas residências pastorais.

O Bispo Renato Cardoso , durante o programa Entrelinhas, exibido recentemente,  reforçou o pedido aos presidentes Jair Messias Bolsonaro (Brasil) e  João Lourenço (Angola) para que se posicionem a respeito da situação dos brasileiros.

O responsável pelo trabalho da Universal no Brasil enfatizou que mais do que a estabilidade da fé cristã, da Igreja Universal e da sociedade angolana, o que está em jogo é a reputação do país de Angola em todo o cenário mundial.

“É um país onde as leis são respeitadas ou onde o estrangeiro não pode morar, não pode investir, porque a qualquer momento corre o risco de ser expulso da sua própria casa e do país?”, questionou.

Saiba mais sobre o assunto no vídeo abaixo:

Para entender tudo o que está acontecendo em Angola, clique aqui e assista ao Entrelinhas completo.


Bispo Renato Cardoso faz pedido aos presidentes do Brasil e da Angola
  • Núbia Onara / Foto: Marcello Casal Jr. - Agência Brasil (presidente Bolsonaro) / Pedro Parente - Lusa - Agência Brasil (presidente João Lourenço) / Reprodução Univer (Bispo Renato) 


reportar erro