Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 23 de janeiro de 2019 - 16:33


Ator Caio Junqueira morre aos 42 anos no Rio de Janeiro

Ele estava internado deste o dia 16 de janeiro no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, após sofrer um grave acidente de carro

Morreu na madrugada desta quarta-feira (23), aos 42 anos, o ator Caio Junqueira. Ele estava internado desde o dia 16 de janeiro no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, no Rio de Janeiro, após sofrer um grave acidente de carro. A notícia foi confirmada pela Record TV.

Nascido no Rio de Janeiro, Caio é filho de Fábio Junqueira (1956 – 2008) e meio-irmão de Jonas Torres, ambos também atores.

Com uma carreira relevante na televisão brasileira, Caio estrelou na telinha cedo, aos 9 anos, integrando o elenco do programa humorístico Tamanho Família, na extinta TV Manchete.

Já no fim da década de 1980, o ator foi para a TV Globo, onde participou de uma extensa lista de novelas. Entre elas, O Clone(2001), O Quinto dos Infernos (2002), Paraíso Tropical (2007).

Na Record TV, ganhou destaque ao integrar o remake da novela A Escrava Isaura (2004), na qual interpretou o abolicionista Geraldo, melhor amigo do protagonista e que tentava salvar das visões racistas a mimada Malvina. Na mesma emissora, foi escalado para a série A Lei e o Crime (2009), os folhetins Ribeirão do Tempo (2010), José do Egito (2013), Milagres de Jesus(2014).

No cinema, o ator fez Neto, um policial do Batalhão de Operações Especiais (Bope), no primeiro filme de Tropa de Elite (2007).

E o trabalho mais recente de Caio Junqueira foi na série O Mecanismo, da Netflix, de 2018.

 


  • Por R7 Conteúdo / Foto: Reprodução Record TV 


reportar erro