Rede aleluia
Atenção pais! Seus filhos podem estar em perigo na internet
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 30 de junho de 2020 - 01:18


Atenção pais! Seus filhos podem estar em perigo na internet

Homem-pateta, que incentiva desafios na internet, reacende discussão sobre a importância de estar vigilante ao que as crianças acessam. Saiba mais

Atenção pais! Seus filhos podem estar em perigo na internet

Um novo perfil que circula nas redes sociais tem assustado os pais de crianças e adolescentes. Isso porque um homem, conhecido como “homem-pateta”, tem atraído os pequenos para praticar desafios perigosos.

O homem, que é identificado como Jonathan Galindo, aparece na internet maquiado e caracterizado como o personagem infantil Pateta da Disney.

Todavia, há inúmeros perfis com a mesma identificação circulando pela internet. Em entrevista à Record TV, a desembargadora de Santa Catarina, Rosane Portella Wolff, afirma que ainda há dificuldade para identificar quem está por trás de todos os perfis.

“É algo que desaparece em determinados momentos, se criam outros perfis e assim sucessivamente”, disse a desembargadora.

Os criminosos entram em contato com as crianças pela internet e, de acordo com as autoridades, os perfis possuem poucas publicações. Após ganhar a confiança das crianças, esses homens ameaçam e, inclusive, ensinam técnicas de suicídio.

De tempos em tempos, surgem conteúdos na internet para atentar contra a vida psicológica e física das crianças. Quem não se lembra dos desafios da baleia azul ou da boneca momo em vídeos no Youtube?

A divulgação desses desafios traz uma reflexão sobre a importância de os pais estarem atentos aos conteúdos que as crianças acessam na internet.

A psicóloga e coordenadora da Escola de Mães – projeto que auxilia pais e mães a lidarem com os desafios na criação dos filhos -, Neia Dutra, recentemente, pontuou em uma transmissão, ao vivo, que os pais devem estar atentos ao que os filhos veem nas telinhas.

“É muito difícil as crianças viverem sem a tecnologia, mas é importante que os pais consigam reduzir o uso disso e supervisionar aquilo que a criança está acessando, a fim de reduzir os riscos dela na frente de uma tela, nesse mundão que é a internet”, aconselha.

Além disso, ela ainda esclareceu que, nessa quarentena, os cuidados devem ser ainda mais intensificados por parte dos pais.

“Outros problemas causados pelo uso, sem o acompanhamento, como o cyberbullying [violência praticada contra alguém, através da internet ou de outras tecnologias relacionadas ao mundo virtual] e a pedofilia. Especialmente nesse período de quarentena, no qual as crianças estão mais conectadas e, portanto, mais propensas a serem vítimas de pedófilos virtuais”, conclui a psicóloga.

A Escola de Mães

A Escola de Mães é destinada a pais e mães que desejam aprender mais sobre os desafios da criação de filhos no mundo moderno.

Com encontros mensais e apoio à distância, os genitores têm acesso a conteúdos que são verdadeiras aulas na hora de lidar com os filhos. E o resultado é a família ainda mais unida e protegida dos perigos na criação nos dias de hoje.

Saiba mais sobre o grupo, clicando aqui.


Atenção pais! Seus filhos podem estar em perigo na internet
  • Rafaela Dias / Fotos: Reprodução Facebook 


reportar erro