Rede aleluia
As quatro fases na construção de um relacionamento
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 11 de Dezembro de 2020 - 02:38


As quatro fases na construção de um relacionamento

Renato e Cristiane Cardoso falaram sobre o assunto na Terapia do Amor, nesta quinta-feira (10)

As quatro fases na construção de um relacionamento

Muitas pessoas acreditam que um relacionamento bem-sucedido é fruto de sorte ou simples acaso, quando, na verdade, o que não sabem é que um relacionamento de sucesso deve ser construído.

Foi sobre este assunto que Renato e Cristiane Cardoso falaram na palestra da Terapia do Amor, nesta quinta-feira (10), no Templo de Salomão, em São Paulo.

“Se você não partir desse princípio, de que é construção, não acidente ou sorte, então você vai ficar frustrado, porque vai achar que é uma questão de sorte; vai ficar esperando que um dia tropeçará na ‘alma gêmea’ ou que, um dia, seu cônjuge vai mudar, então, você vai ficar de braços cruzados esperando em Deus; esperando a vida a e a sorte… e cada dia você vai ficar mais frustrado, mais cansado e acabar desistindo do amor”, destacou Renato.

Por isso, segundo o casal, a Terapia do Amor é uma excelente aliada nessa construção, que pode ser dividida em quatro etapas. Veja quais são:

1 – Reconstrução do “eu”

Muitas pessoas, antes de consertar seus relacionamentos, precisam reconstruir a si mesmos, porque, segundo Renato, “antes de você resolver um problema de relacionamento, você tem que resolver a si mesmo”.

Isso porque, acrescentou Cristiane, as pessoas tendem a acreditar que o problema sempre é culpa do parceiro. “Às vezes, você tem um problema e você achava que aquele problema é por causa da outra pessoa – como eu achava que o Renato me fazia sentir ciúmes e carente -, mas o problema estava em mim, na forma como eu me enxergava. Então, essa reconstrução mudou a forma de me enxergar”, pontuou.

2 – Construção do relacionamento

Essa fase é para os que já foram reconstruídos e, agora, precisam aprender a construir um relacionamento sadio. 

“As pessoas não estão sabendo construir a relação, então, elas vão – de uma forma abrupta – apressada e impensada, colocando as coisas uma por cima das outras. {…} Então, a Terapia do Amor ensina as pessoas a construir o relacionamento de maneira sólida, na base…”, esclareceu Renato.

3 –  Reconstrução do casamento 

Essa fase é destinada aos casais que precisam reconstruir o casamento, normalmente, quando acabam de conhecer a Terapia do Amor.

“O amor pode ser renovado, nós já vimos isso acontecer muitas vezes, mas, para isso, tem que ter fé. A Terapia do Amor também ajuda nisso, em te dar aquele empurrão. Você está toda semana ouvindo sobre esse assunto, orando a respeito, lutando, lembrando Deus. {…} Isso ajuda. Você não vai estar sozinho nessa luta”, ponderou Cristiane. 

4 – Manutenção

Esta última fase, como o próprio nome sugere, é destinada aos que desejam realizar a manutenção de seu relacionamento. Assim como um carro, uma casa e até mesmo um celular precisa de manutenção, o relacionamento também necessita.

Todavia, muitos casais ignoram essa importante fase.

“É a menos aproveitada pelos casais, porque, normalmente, a pessoa chega aqui quebrada, precisando da reconstrução ou querendo construir um relacionamento; aí, quando estão bem, falam que não precisam mais”, completou Renato. 

Terapia do Amor

Todas as quintas-feiras, em todos os templos da Universal, acontece a palestra da Terapia do Amor, para que casais e solteiros aprendam o amor inteligente.

Se você deseja aprender mais como conduzir seu relacionamento, baseado na Palavra de Deus, participe das palestras. Clique aqui e encontre a Universal mais próxima de você. Participe!


As quatro fases na construção de um relacionamento
  • Rafaela Dias/ Fotos: Reprodução Univer Vídeo 


reportar erro