Rede aleluia
Apresentando José
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 31 de Agosto de 2021 - 14:15


Apresentando José

José não se deixou influenciar por aquilo que ele não teve e que todos os seus outros irmãos tiveram

Apresentando José

A história de José é uma das histórias mais lindas da Bíblia porque revela muito Quem é Deus e como Ele trabalha. A princípio, muitos não entendem por que Jacó tem preferência por José e muitas vezes o condenam por isso, achando até que ele tem culpa pelo que vai acontecer com o seu segundo caçula, mas como nós temos a história completa já escrita, não é difícil entender Jacó, nem entender por que Deus escolheu a José nesta última fase do livro de Gênesis.

José perdeu a sua mãe ainda muito criancinha, e como órfão de parte de mãe, poderia ter crescido revoltado, achando que todos ao seu redor teriam que compensar pela sua perda, mas não. Mesmo sem a mãe presente, José era um bom filho para Jacó e irmão para com seus irmãos, aliás a Bíblia não cita nada negativo sobre ele, pelo contrário. Isso mostra o quanto José não se deixou influenciar por aquilo que ele não teve e que todos os seus outros irmãos tiveram. Ele não os invejou, nem se vitimizou. Ele não aceitou crescer como vítima.

À medida que a história de José é contada, repare como ele não muda, mesmo diante de tanta humilhação, perseguição, rejeição, abandono, traição, preconceito e decepção. Eis aí o caráter de Deus e porque José foi escolhido.

Deus precisava de alguém da descendência de Jacó para um dia ser governador do Egito e salvar não só os egípcios e todos moradores da Terra da fome, como a Israel e sua descendência. E essa pessoa não poderia mudar com o poder, nem se achar capaz ao ponto de ignorá-Lo. Ela não poderia ser vingativa, nem fazer acepção de pessoas. Essa pessoa precisava ter o caráter de Deus, que está acima das suas emoções, que não muda por causa dos erros dos outros, e não se aproveita do seu poder, mas o usa para servir.

E quando Deus quer usar alguém, se prepare porque essa pessoa será alvo de ataque de todos e por um breve tempo, vão pensar que ela não vai aguentar assim como muitos que por muito menos não aguentam a vida. A diferença está no seguinte versículo crucial da história de José:

“E o SENHOR estava com José” Gênesis 39:2

Isso faz toda a diferença e a história de José está aí para provar.


Apresentando José
  • BLOG DE GÊNESIS | Do R7 / Foto: BLAD MENEGHEL/RECORD TV 


reportar erro