Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 20 de maio de 2020 - 15:27


Apoio espiritual e material chegam a famílias da Nova Zelândia

Uma tonelada de alimento foi arrecadada

A Nova Zelândia é um dos países mais desenvolvidos do mundo, ocupando o 14º lugar no ranking mundial que avalia o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Na edição de 2019, divulgada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o território alcançou o IDH de 0,921 (numa escala que vai de 0 a 1).

Infelizmente, isso não foi suficiente para impedir que a população local sofresse com o isolamento social, a quarentena e o impacto econômico por conta da pandemia do novo coronavírus.

Socorro presente

Mas onde quer que haja uma Igreja Universal, também há amor ao próximo para ajudar os mais necessitados de alimento, apoio emocional e espiritual. Por exemplo, mesmo no período em que não era permitido cultos presenciais, reuniões online eram realizadas. Pastores e obreiros também ligavam para membros e outras pessoas, para oferecer palavras de fé, esperança e orações.

“Atendendo as pessoas por telefone, ouvimos muitos relatos de quem estava sofrendo com ansiedade ou descontrole emocional. Também tivemos casos de pessoas curadas e outras que estavam se sentindo solitárias e ficaram extremamente felizes com as ligações”, conta o Bispo Flávio Correia, responsável pelo trabalho da Universal na Nova Zelândia.

Trabalho social

O auxílio social também não fica de fora. Na cidade de Auckland, por exemplo, desde o fim de abril, a Universal recolhe doações de alimentos. Até o momento, já se soma o valor de uma tonelada. Mais de 200 pessoas foram beneficiadas. Muitas choravam ao receber a comida e se emocionavam por terem sido lembrados em meio à tanta dificuldade.

Uma delas foi a aposentada Palepa Meaole, de 63 anos. “Eu tinha apenas um pedaço de pão e não sabia quando teria condições de comprar mais comida, pois além de não poder sair de casa eu estava com dificuldades financeiras. Esse alimento veio no momento certo, quando eu mais precisava”, comemorou.

Outra família beneficiada foi a de Martha Faimoa, que vive com sete filhos. Enquanto saía em busca de comida, sua casa foi visitada pelo projeto UniSocial. Quando chegou, encontrou os voluntários com os alimentos e se emocionou.

“Eu passei o dia das mães sem comida em casa. Acabei de conseguir alguns sacos de pão para dividir com meus filhos. Não poderia imaginar que teria todos esses alimentos na minha dispensa hoje, estou muito agradecida”, disse.

Como ajudar quem precisa

Você também quer ajudar? Todos os templos da Universal estão recebendo alimentos e produtos de higiene e limpeza para doação. Entregue seu donativo em uma Universal mais próxima da sua casa, para que assim mais pessoas continuem sendo amparadas.

Quer saber mais sobre esse trabalho na África, no Brasil e em todo o mundo? Clique aqui e veja outras ações que estão sendo realizadas pelos grupos sociais da Universal.


  • Rafaella Rizzo / Fotos: Cedidas 


reportar erro