Rede aleluia
Amanda da 160: “A morte foi consequência de suas escolhas”
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 12 de novembro de 2020 - 18:05


Amanda da 160: “A morte foi consequência de suas escolhas”

Tia de youtuber lamenta a tragédia e alerta outros jovens

Amanda da 160: “A morte foi consequência de suas escolhas”

Rosemeyre Pelisson, tia da youtuber Amanda da 160 – que morreu aos 22 anos de idade, em um acidente de moto – lamentou o ocorrido em nota à imprensa e alertou a outros jovens para que eles busquem “formas de prazeres saudáveis”.

Amanda faleceu na noite de seis de novembro. De acordo com as investigações, ela estava em um racha de motos. A polícia foi acionada e os motociclistas saíram em várias direções. Amanda foi uma das perseguidas pelas viaturas, mas conseguiu despistar os policiais.

Minutos depois, a polícia foi acionada para socorrer a jovem, que sofreu um acidente ao bater com a moto em um canteiro. Duas testemunhas afirmam que ela pilotava em alta velocidade.

Amanda não resistiu aos ferimentos.

“Peço a Deus que toque no coração dos jovens para que procurem preservar a vida, pois são egoístas quando pensam que a vida é só deles. A vida de cada um é a extensão da família. Suas escolhas podem gerar muita dor e sofrimento”, declarou Pelisson.

Mortos pela paixão

Amanda ficou famosa nas redes sociais ao compartilhar vídeos sobre motocicletas, que eram sua paixão. A youtuber paranaense era admirada por milhares de pessoas e destacava sua felicidade ao pilotar e falar sobre motos.

“Confesso que estamos destroçados e que sua morte foi em consequência de suas escolhas, ingenuidade talvez quanto ao perigo e risco de vida quando buscamos ‘adrenalina’ para nos dar prazer, quando há tantas formas de prazeres saudáveis na vida”, declarou a tia da jovem.

De fato, a tragédia foi consequência das escolhas de Amanda. E, assim como ela, milhões de outras pessoas, todos os dias, se tornam vítimas de suas paixões e têm de encarar consequências drásticas.

O Bispo Renato Cardoso, comentando o ocorrido, destacou que, por esse motivo, as pessoas devem amar a Deus sobre todas as coisas. Pois, quando se coloca qualquer outro objeto ou pessoa em Seu lugar, as consequências são terríveis.

“A Palavra de Deus nos ensina que o ser humano não tem estrutura para suportar qualquer coisa ou pessoa em primeiro lugar na sua vida que não seja Deus. Isso não só a Bíblia nos alerta, mas a vida. A História da humanidade. Fatos como este, de Amanda, são abundantes ao nosso redor”, declarou o Bispo. “O alvo da paixão da pessoa fará com que a própria pessoa tropece naquela paixão. Nem sempre a pessoa vai morrer drasticamente, mas vai ficar escrava daquele sentimento, daquela paixão. Vai ficar escrava daquele problema”.

No caso de Amanda, essa paixão era o motociclismo. Outras pessoas se apaixonam pela fama, pelo dinheiro, pela beleza, pelo jogo e por diversos outros objetos ou pessoas.

“Somente Deus tem o poder de ser o primeiro na nossa vida”, explicou o Bispo. “Quando você coloca Ele em primeiro lugar na sua vida, você se protege. E Ele te protege de tropeçar sobre outras paixões que podem ameaçar a sua vida.”

Assista ao ensinamento completo do Bispo Renato Cardoso no vídeo abaixo:


Amanda da 160: “A morte foi consequência de suas escolhas”
  • Andre Batista / Foto: Reprodução Instagram @arthija 


reportar erro