Rede aleluia
Agosto é mês de desgosto ou de bênção?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 7 de Agosto de 2017 - 03:00


Agosto é mês de desgosto ou de bênção?

O que faz diferença é como estamos preparados para agir e encarar as adversidades e contratempos

Agosto é mês de desgosto ou de bênção?

O mês de agosto carrega com ele um trocadilho popular que o denomina como sendo o mês do desgosto, pois a ele se relaciona o caso de, supostamente, acontecer muitos fatos ruins na vida das pessoas, como acidentes, doenças, decepções e também desastres e tragédias em geral na História.

Por exemplo, foi em agosto de 1914 que se deu início à Primeira Guerra Mundial e, em agosto de 1939, a Segunda Guerra. Aliás, a explosão da bomba atômica em Hiroshima, no Japão, foi no dia 6 de agosto de 1945. Esses episódios marcaram gerações e mudaram o rumo e a vida de milhares de pessoas e suas famílias.

No entanto, esses são alguns dos fatos que se tornam argumentos para aqueles que querem acreditar com base apenas em “coincidências” – sem cunho racional ou relação dos acontecimentos com causas de outras naturezas, como políticas, a eles associados – de que agosto é um mês de negatividade e má sorte.

Preparado para agir com fé

O Bispo Edir Macedo em texto publicado no seu blog, ao escrever sobre uma verdadeira mudança de pensamento e de vida, afirma: “Cada um tem a vida de acordo com a sua fé. Se a vida de alguém vai de mal a pior, certamente se deve à sua fé. Nada de culpar Deus, os outros, destino, carma, sorte ou algo semelhante. Verifique o tipo de fé que está praticando e você vai saber direitinho por que sua vida vai mal.”

Por isso, não se deixe influenciar por crendices ou emoções que levem ao erro e a desesperança de não saber o que fazer e nem a quem recorrer diante de um problema. Algo bom ou ruim pode acontecer a qualquer tempo. O que faz diferença é se estamos preparados para agir com fé e encarar as adversidades e contratempos.

“Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem.” Lucas 21: 36

A fé é certeza, convicção pessoal. Quem tem fé obedece à Palavra de Deus e não lamenta, nem reclama, mas sim enfrenta os maus pensamentos, as dúvidas e os medos. São as suas atitudes, ações e reações que o fazem ser coroado por Deus, o que significa receber a autoridade divina e a condição que vem da fé para fazer a diferença em todos os aspectos da vida.

Reunião de Libertação

Se você sofre com algum tipo de problema de saúde, financeiro ou espiritual e não encontrou solução para eles, participe também da reunião de Libertação que acontece todas as sextas-feiras na Universal. Encontre uma igreja mais próxima de você, clicando aqui. Os horários podem variar de um lugar a outro. Lembre-se: a sua libertação depende apenas de você.


Agosto é mês de desgosto ou de bênção?
  • Por Michele Roza / Foto: Thinkstock 


reportar erro