Rede aleluia
A Riqueza não começa com dinheiro
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 21 de Novembro de 2021 - 00:05


A Riqueza não começa com dinheiro

Na Festa das Primícias, o Bispo Renato Cardoso explicou a origem da fortuna de Salomão

A Riqueza não começa com dinheiro

Neste mês de novembro na Igreja Universal, a Festa das Primícias é dedicada à busca pela sabedoria de Deus para servi-Lo com a nossa prosperidade. Dentro desse propósito, a Consagração dos Dizimistas ocorreu em 7 de novembro. No Templo de Salomão, em São Paulo, os nomes dos participantes foram levados ao Altar de Incenso, situado na réplica do Tabernáculo de Moisés, e, depois, foi feito um clamor para que os que têm sido fiéis recebam a sabedoria que vem do Alto.

CONSAGRAÇÃO
Durante a Consagração, o Bispo Renato Cardoso, responsável pelo trabalho da Universal no Brasil, disse, com base no exemplo do rei Salomão, o homem mais rico que já existiu, que a riqueza não está relacionada a dinheiro. A Bíblia relata que a riqueza do rei deixava as pessoas que não conheciam a Deus surpresas, como aconteceu com a rainha de Sabá. Ela ouviu falar da sabedoria e da riqueza de Salomão, saiu de seu reino para conhecê-lo pessoalmente e se surpreendeu com o que viu. “Salomão foi um exemplo do que Deus é capaz e quer fazer na vida dos Seus filhos, mas nós precisamos entender uma coisa: a riqueza de Salomão não começou com dinheiro, a riqueza de Salomão começou com sabedoria e a sabedoria de Salomão não começou em faculdades, não começou em livros, em estudo, a sabedoria de Salomão começou no Altar.” A preocupação do monarca, assim que assumiu o trono de seu pai, o rei Davi, foi reconhecer que dependia de Deus para exercer bem tão grande responsabilidade. Tanto é que seu primeiro pedido não foi riqueza nem a vitória sobre seus inimigos, mas sabedoria para servir com justiça o povo de Deus.

Pedindo corretamente
O Bispo ressaltou que, ainda que não exista uma pessoa tão rica quanto o monarca de Israel, materialmente falando, a riqueza dos que têm o Espírito Santo é maior do que a dele. E o próprio Senhor Jesus garantiu que os que buscassem em primeiro lugar o Reino dos Céus e a Sua justiça não se preocupariam com o que comeriam ou vestiriam.

Muitas pessoas, porém, fazem inúmeros pedidos a Deus e nada recebem porque o que motiva seus pedidos são seus próprios prazeres (Tiago 4.3). Segundo o Bispo, o que agrada a Deus é a disposição de servi-Lo. “Se isso for sincero dentro de você, nunca mais você vai precisar se preocupar com dinheiro. Se você pedir para você, vai pedir mal e não vai receber nada, mas, se você pedir para honrar a Deus, tenho certeza que Ele vai abençoar você”, finalizou.


A Riqueza não começa com dinheiro
  • Núbia Onara / Foto: Demetrio Koch 


reportar erro