Rede aleluia
A missão das mães e a importância de desenvolver a fé dia a dia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 12 de maio de 2020 - 00:26


A missão das mães e a importância de desenvolver a fé dia a dia

Temas foram abordados durante encontro mensal online da Escola da Mães, que contou com a presença especial de Ester Bezerra

A missão das mães e a importância de desenvolver a fé dia a dia

A Escola de Mães realizou nesse domingo último (10), quando também se comemorou o Dia das Mães, o segundo encontro online com pais e responsáveis. A live, transmitida pela rede social do projeto no instagram, contou com a presença especial de Ester Bezerra.

Ao dar início ao encontro, Ester deixou um recado a cada participante, para que não se conforme com o que temos visto. Mães egoístas, que não desempenham o seu papel e deixam os filhos em segundo plano. Mulheres que dão prioridade, por exemplo, ao corpo e à moda, seguindo o que o mundo oferece. Mas, que se esquecem que os filhos são uma missão na vida delas.

“E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” Romanos 12.2

“Não valorizam a missão que Deus deu a elas. São levadas pela mídia, pela moda. Mas, a mulher de Deus, que teme a Ele, não segue o mundo, ela segue a Palavra. A mãe tem a missão de guardar, de proteger e de orientar os filhos. Tem toda autoridade para isso. Não se conformem, não sigam o mundo, mas olhem para o que Deus tem preparado para nós”, explanou.

Frutos do Espírito Santo

Ester também falou sobre a mulher que, assim como o Espírito Santo para a igreja, é amor, alegria, paz, mansidão, fé, longanimidade e temperança em seu lar.

“Todos esses frutos, a mãe que é temente ao Espírito Santo, pratica na casa dela. Ela sabe que Deus está na vida dela e acompanhando todos os seus caminhos.” E, destacou a importância de desenvolver a fé dia a dia: “Você não pode parar no tempo, achar que como já tem o Espírito Santo, não precisa de mais nada. A gente tem que crescer, isso é muito importante espiritualmente. Tem que desenvolver a fé e ter uma experiência com Deus a cada dia.”

As descobertas da quarentena

Após a participação especial de Ester Bezerra, a responsável pelo Escola de Mães, Neia Dutra, seguiu com o conteúdo da aula mensal do projeto. O tema abordado esse mês foi: “As descobertas da quarentena”.

“Muitas pessoas nesse momento estão confinadas com suas famílias e, agora, estão abrindo os olhos para situações que antes não enxergavam. Muitos tiveram que desligar o ‘piloto automático’ e manualmente redirecionar suas vidas para olhar para dentro de casa e para aquilo que está acontecendo ao seu redor. E mais do que isso, olhar para dentro de si”, explicou.

Neia apontou que esse período revela coisas boas e ruins e ajuda a ficar em evidência aquilo que antes era imperceptível. Para alguns, pode ser um momento de desespero, ao se depararem com a necessidade de encarar a realidade das suas relações que, até então, eram tratadas como um problema para se resolver depois. Para outros, é o momento de reafirmar valores e colher frutos de um bom relacionamento, tanto com os cônjuges quanto com os filhos.

“Encare os problemas que estão sendo percebidos nesses dias, para identificar qual é a solução ideal para cada caso. Sei que é mais fácil a gente perceber o erro quando ele está fora e não dentro de nós. Mas, peça ao Espírito Santo que revele o que é preciso mudar dentro de você mesmo. Quando os olhos da pessoa são abertos pelo Senhor Jesus, é impossível ela não enxergar seus erros e mudar suas atitudes. Melhor que receber apenas a informação de seus erros, é receber a revelação de onde errou e buscar de Deus a nova direção, e por meio da fé”, concluiu.

Acompanhe abaixo na íntegra como foi a aula:

Escola de Mães

O projeto tem como finalidade levar às famílias ensinamentos no âmbito do relacionamento familiar, onde é abordado temas sobre as melhores práticas para conviver, educar e orientar os filhos. Para saber mais, acesse o site oficial do grupo e acompanhe as dicas do Minuto Escola de Mães. Ou ainda nas aulas online por meio da plataforma Univer Vídeo.

Ademais, para ajudar os pais nesse processo, a Escola de Mães possui um grupo de pais no Whatsapp, por meio do qual são enviadas dicas, orientações e mensagens diárias. O objetivo é ajudá-los a lidar melhor com os filhos nesse período de confinamento. Caso precise de aconselhamento, entre em contato pelo número (11) 94029-0772.


A missão das mães e a importância de desenvolver a fé dia a dia
  • Michele Roza / Fotos: Getty Images e Reprodução 


reportar erro