Rede aleluia
A incompatibilidade com a Palavra pode prejudicar o seu relacionamento
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 22 de junho de 2020 - 14:17


A incompatibilidade com a Palavra pode prejudicar o seu relacionamento

Em mensagem aos casais, o Bispo Renato Cardoso e a sua esposa, Cristiane Cardoso, explicaram a causa de muitos desentendimentos em um casamento

A incompatibilidade com a Palavra pode prejudicar o seu relacionamento

Quando duas pessoas não se entendem mais, discordam em tudo e discutem por qualquer motivo, costuma-se dizer que há uma incompatibilidade de gênios entre o casal. Anos se passam no casamento e ambos não conseguem mais consertar essa situação. Aliás, muitas separações e divórcios acontecem com essa justificativa.

Em mensagem aos casais na reunião do domingo último (21), no Templo de Salomão, o Bispo Renato Cardoso e a sua esposa, Cristiane Cardoso, explicaram que culpar o desentendimento entre o casal pela incompatibilidade de gênios não é correto. Pois, na verdade, existe uma outra causa que destrói não apenas o casamento, como toda a vida de uma pessoa.

“O que existe na verdade é incompatibilidade entre seus pensamentos e a Palavra de Deus, é isso que existe. Quando um casal não consegue se acertar, não é porque discorda um do outro, é porque discorda de Deus, dos ensinamentos dEle com respeito ao casamento. Deus fala uma coisa que você tem que fazer e você não quer fazer. E porque não quer, você briga, insiste no seu jeito, nos seus erros, insiste no que não funciona. Não se rende, não se submete ao que Deus, o criador do casamento, diz que deve ser feito para que o casamento funcione (…) Enquanto você for incompatível com a Palavra de Deus, não adianta trocar de esposa ou de marido, você não vai dar certo com ninguém”, disse o Bispo Renato.

Obedecer a Deus 

Ao contar sobre um período conflituoso no seu casamento, Bispo Renato declarou que chegou a discordar da Palavra, porque queria impor o jeito dele até mesmo ao que estava escrito na Bíblia. Na época, ele se encontrava frustrado com o relacionamento. Mas, na verdade, estava sendo teimoso a respeito do seu papel como marido.

Por isso, ele comenta que é tão importante a pessoa agir com humildade e prudência, e, diante da resistência sobre alguns assuntos, ceder ao seu orgulho por um bem maior. Mesmo que incomode ou chateie num primeiro momento, concordar e colocar em prática a Palavra leva à sabedoria para resolver todos os problemas.

Assista à mensagem na íntegra, clicando no vídeo abaixo:

Para saber mais sobre o assunto e receber orientação, participe presencialmente de uma reunião no Templo de Salomão, aos domingos, às 9h30.

Ou, compareça à Terapia do Amor, todas as quintas-feiras, às 10h, 15h e 20h. As palestras orientam solteiros e casados sobre como utilizarem a fé e os ensinamentos bíblicos para construírem um relacionamento feliz.

Para encontrar o endereço de uma Universal mais próxima de sua casa, clique aqui.


A incompatibilidade com a Palavra pode prejudicar o seu relacionamento
  • Redação / Foto: Getty Images 

  • Colaborador: 

  • Michele Roza


reportar erro