Rede aleluia

Notícias | 28 de julho de 2019 - 00:05


A importância do diálogo no relacionamento

Na Escola do Amor Responde desta semana, o aluno é casado há sete anos e afirma que cumpre todas as responsabilidades de um marido.

Ele se considera uma pessoa caseira, mas a esposa reclama da falta de atenção dele e, por isso, ele pede ajuda. Renato e Cristiane Cardoso falam da necessidade de diálogo entre o casal e as funções de cada um dentro da relação.

Aluno – Eu tento ser a todo momento um bom marido e faço tudo que é responsabilidade de um pai de família e de um marido. Sou um homem caseiro, não sou de ir para a farra nem deixo minha esposa sozinha em casa. Contudo ela reclama o tempo todo que eu não dou atenção nem carinho a ela. Sou uma pessoa calada, não gosto de conversar muito ou discutir a relação. Não quero que no futuro ela diga que a culpa foi minha. Como devo agir? Me ajudem.

Cristiane – Quando você diz que é calado e não gosta de conversar, eu entendo quando sua mulher reclama de falta de atenção. Essa atenção não significa que ela quer um buquê de flores ou um recadinho de vez em quando. Ela quer conversar, precisa saber o que está passando dentro da sua cabeça. Se você é muito calado, passa a mensagem de que não precisa dela, que não quer se comunicar e não quer que ela saiba o que você está pensando.

Como tratamos no livro Casamento Blindado, a cabeça do homem às vezes se torna uma caixinha vazia. Ele passa a mensagem que não faz questão de saber o que ela pensa ou faz. No casamento existem muitas diferenças. Estamos passando por constantes mudanças com o decorrer dos anos, da idade, das situações, com o que acontece ao nosso redor, com as dificuldades no trabalho, na faculdade e tantas outras coisas. Nós estamos sempre mudando para nos adaptarmos às situações que vivemos. Neste caso você está em um casamento, você está vivendo uma vida a dois, e o seu jeito calado não combina com a vida a dois.

Renato – Além disso, você também falha ao dizer que faz tudo o que um marido precisa fazer. Você não está entendendo que também é responsabilidade de um marido ouvir a esposa e conversar com ela. Para você provavelmente isso não esteja no topo da lista das responsabilidades de um marido. Se você não deixa faltar nada e cumpre o seu papel muito bem, sua função é de provedor. É ótimo que o homem sustente a casa e a esposa, pois ela já tinha isso na casa do pai provavelmente. Não nos casamos para sustentar a esposa apenas, mas para ter uma companhia, alguém para dividir as coisas da vida, que vai nos admirar, vai saber dos nossos planos e objetivos. É sua responsabilidade ouvir sua esposa e se fazer ouvir por ela. Casamento também é isso. Não é só pagar contas, ir ao banco e dormir junto.

Há coisas que vão muito além e você não está fazendo tudo como diz que está. Assim como você trabalha e vê isso como uma responsabilidade e algo importante, apesar de que nem todos os dias você tem vontade de trabalhar, mas vai, ocorre o mesmo no casamento: você precisa estar junto e ouvir sua esposa. Trate isso como um trabalho e da mesma forma que desempenha sua função de provedor, companheiro, amigo e admirador. Porque isso também é sua função dentro de um casamento.


  • Kaline Tascin / Foto: Gettyimages 


reportar erro