Rede aleluia
A arma que toda mulher carrega dentro de si
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 6 de Junho de 2021 - 00:05


A arma que toda mulher carrega dentro de si

Palestra promovida pelo Godllywood Autoajuda no encontro do dia 29 de maio despertou reflexões

A arma que toda mulher carrega dentro de si

O que é ser uma mulher iluminada? E como ser essa mulher? Perguntas como essas atraíram mulheres de norte a sul do País para a palestra promovida pelo Godllywood Autoajuda do dia 29 de maio. O encontro foi transmitido para todo o Brasil por videoconferência, diretamente do Templo de Salomão, em São Paulo. Às 18 horas, Cristiane Cardoso iniciou o encontro que despertou em cada uma das participantes a consciência sobre o poder que elas carregam dentro de si. Essa munição, até então desconhecida, foi o tema central do encontro.

O assunto inédito instigou as participantes e, para construir o raciocínio, um exemplo bíblico comumente conhecido foi resgatado: “quando Deus criou o homem, criou um ser perfeito, à semelhança dEle. Mas a perfeição de Adão não era suficiente e Deus fez a mulher para auxiliá-lo. A mulher foi criada com várias virtudes que, se não souber usar, acaba se tornando uma arma para o mal. Mas porque a mulher é uma arma? Por que Deus criou uma arma? O que isso significa?”, questionou Cristiane.

TRÊS FATORES
A palestrante destacou três características das mulheres. A primeira é o poder de influenciar. Por mais que se fale que “o mundo é do homem, na verdade, a mulher é quem consegue influenciar e levar outras pessoas a tomarem decisões como ela”, ponderou. Outros pontos observados por Cristiane foi o fato de a mulher ser considerada a fraqueza do homem e o poder de sedução dela. Mas qual é o agravante desses poderes? A princípio, é o fato de a mulher ignorar a existência deles. “Quando você não reconhece que tem esse poder, o mal vai usá-la como fez com Eva, que não tinha noção do poder que tinha, assim como muitas outras mulheres na Bíblia. Sara duvidou que Deus lhe daria um filho e, então, ela falou para Abraão que se deitasse com a serva, Agar. Você viu na novela Gênesis e vê até hoje nas notícias o mal que isso fez para toda a Humanidade”, relatou.

Mulheres como Jezabel e Dalila, outras personagens bíblicas, reforçam essa questão. Até em Apocalipse vemos a influência feminina registrada na pele da grande prostituta, em uma conotação espiritual. “Muitas, infelizmente, estão preocupadas em influenciar com pensamento positivo, mas fomos criadas para fazer a diferença no mundo e não no espelho. Você é uma arma. Os homens têm seus benefícios, mas Ele deu a nós esse poder, esse dom, para glorificá-Lo e auxiliá-Lo na Obra que Ele quer fazer no mundo”, ressaltou Cristiane.

LIÇÕES
Enquanto a mulher não reconhecer os poderes naturais que tem, estará sempre limitada à influência de sentimentos, modismos, bandeiras e opiniões. No entanto, se ela assumir esses poderes e entregá-los ao Espírito Santo, então, Ele a auxiliará a usá-los da maneira que O agrada. Dessa forma, as reações da mulher passam a ser sobrenaturais e ela se torna uma pessoa que ilumina a todos que estão à sua volta.


A arma que toda mulher carrega dentro de si
  • Flavia Francellino / Foto: Demetrio Koch 


reportar erro