Rede aleluia
91 dias no Abrigo do Altíssimo: terceira semana
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 17 de Janeiro de 2018 - 02:00


91 dias no Abrigo do Altíssimo: terceira semana

Saiba quem pode habitar nesse Esconderijo

91 dias no Abrigo do Altíssimo: terceira semana

Nesses primeiros três meses do ano, em todos os templos da Universal acontece a campanha “91 dias no Abrigo do Altíssimo”, cujo objetivo é a proteção da vida de quem participa deste propósito como também de seus familiares.

A campanha, baseada no Salmo 91, teve início no primeiro dia do ano e vai até o dia 1º de abril, totalizando 16 semanas, que compõem os 91 dias.

Para cada semana, um versículo, dos 16 que formam o Salmo 91. Coincidência? Não. É o próprio Deus garantindo a Sua proteção a todos aqueles que estiverem no Seu Esconderijo.

Estamos vivendo a terceira semana – 15 a 21 de janeiro e o terceiro versículo relacionado é:

“Porque Ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa” Salmos 91.3

Mas quem de fato pode habitar no Esconderijo do Altíssimo e o que isso representa?

O bispo Edir Macedo explica:

“O Esconderijo do Altíssimo é o que nos faz ser protegidos, ser guardados de todo mal. Mas só habita nele aqueles que o acham, porque ele não fica a céu aberto para qualquer um poder entrar. Não é como feira livre que você entra e sai a vontade. O nome já diz: Esconderijo. Somente aqueles que acham esse Esconderijo e se abrigam nEle é que tem a proteção do Altíssimo”.

Essa promessa descrita no versículo 3, assim como todas as outras, é direcionada exclusivamente aqueles que habitam no Esconderijo de Deus e, portanto, estão sob a Sua proteção.

Quem está de fora, está sujeito à chuva, à tempestade, às intempéries desta vida, está vulnerável ao laço do passarinheiro, ou seja, às armadilhas do diabo e a toda sorte de males deste mundo.

Se você acha que nasceu para sofrer e não sabe o que é alegria, saiba que tudo isso não é fruto de azar, como muitos dizem. Tudo isso é em decorrência de você estar fora do Esconderijo do Altíssimo e, portanto, sem a proteção de Deus.

“Quando você encontra o abrigo de Deus, que é o Senhor Jesus, você encontra o Altar de Deus. E nenhuma praga, bruxaria, feitiço, inveja ou maldição atinge aqueles que estão sob a Sua guarita”, destaca o bispo.

Se você está se sentindo desorientado e perdido, saiba que você só terá a segurança de que nenhum mal lhe atingirá quando achar o Esconderijo do Altíssimo e se abrigar nele. “Quando isso acontecer, você não dependerá mais de ninguém, somente de si mesmo e de Deus, e nenhuma praga pegará em você, porque estará guardado, protegido sob as asas do Altíssimo.”

“Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas, e apedrejas os que te são enviados! Quantas vezes quis Eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintos debaixo das asas, e tu não quiseste! Mateus 23.37

O senhor Jesus é o Esconderijo do Altíssimo, que guarda e protege aqueles que sinceramente se entregam a Ele de todo coração. Mas é preciso ter disposição para abrir mão deste mundo, da vida velha, para que possa achá-Lo.

Se você, de fato, deseja encontrá-Lo, viva esses 91 dias. Aproveite o Jejum de Daniel para intensificar essa busca, encontrar e entrar definitivamente nesse Abrigo. Quando isso acontecer, nunca mais você será a mesma pessoa.


91 dias no Abrigo do Altíssimo: terceira semana
  • Por Jeane Vidal / Foto: Thinkstock 


reportar erro