Rede aleluia
20 de fevereiro: Dia Nacional do Combate às Drogas
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 20 de Fevereiro de 2021 - 00:05


20 de fevereiro: Dia Nacional do Combate às Drogas

Data conscientiza sobre o vício em drogas lícitas e ilícitas

20 de fevereiro: Dia Nacional do Combate às Drogas

O dia 20 de fevereiro foi destacado como o Dia Nacional do Combate às Drogas e ao Alcoolismo. A data serve como conscientização do grave problema que a população brasileira sofre com drogas lícitas e ilícitas.

De acordo com o Levantamento Nacional de Álcool e Drogas (Lenad) mais recente, relativo ao ano de 2019, cerca de 4,9 milhões de pessoas consomem drogas ilícitas no País. Dessas, a mais utilizada é a maconha, seguida de perto pela cocaína.

Embora crack tenha menos consumidores (cerca de 1,4 milhão de pessoas), essa é a droga ilícita que causa problemas mais graves à sociedade brasileira, devido seu poder de destruição.

Outras drogas ilícitas de grande destaque e aquisição relativamente fácil são o LSD, os cigarros eletrônicos e os remédios controlados.

Percepção enganosa

O Brasil sofre com várias drogas ilícitas, mas a única considerada epidêmica atualmente (por ter seu número de vítimas crescendo incontrolavelmente) é uma droga legalizada: o álcool. Pelo menos dois milhões de brasileiros são alcoólatras atualmente.

O álcool não apenas é destrutivo por si só, como também é a porta de entrada para outras drogas, inclusive as ilegais.

Ademais, o álcool é responsável por mortes em brigas, no trânsito, por violência familiar e muitas outras mazelas da sociedade. Somente em 2019, mais de 4 milhões de brigas causadas pelo efeito do álcool foram registradas.

A Lenad demonstra que 44,5% dos brasileiros entendem que a droga mais ligada à morte é o crack, enquanto apenas 26,7% associam morte ao álcool. Mas Francisco Inácio Bastos, coordenador do levantamento e pesquisador do Instituto de Comunicação e Informação em Saúde (Icict/Fiocruz), esclarece que “os principais estudos sobre o tema, como a pesquisa de cargas de doenças da Organização Mundial de Saúde, não deixam dúvidas: o álcool é a substância mais associada, direta ou indiretamente, a danos à saúde que levam à morte”.

Isso não significa que o crack é inofensivo. Ao contrário: significa que o álcool pode ser ainda mais letal.

Liberte-se

Para auxiliar dependentes de todos os tipos de drogas, a Universal realiza o Tratamento Para a Cura do Vício. No tratamento, as pessoas atacam o vício tanto fisicamente quanto espiritualmente. Afinal, sendo o vício um problema espiritual, precisa ser tratado dessa maneira para que a libertação ocorra.

De acordo com o especialista Aldo Guimarães, que ministra esse encontro para a cura dos vícios, a reunião é eficaz porque “tem um momento no tratamento de extração da força do vício. É a extração da energia que faz a pessoa ter recaídas. É a extração de uma energia que coloca fissura, vontade, desejo. É a extração de uma energia que coloca ansiedade, compulsão, depressão, obsessão, ideia fixa em fazer uso. Sai isso e a pessoa fica livre”.

Se você precisa se libertar, busque ajuda imediatamente. Clique aqui e saiba onde e quando participar do Tratamento Para a Cura dos Vícios.


20 de fevereiro: Dia Nacional do Combate às Drogas
  • Andre Batista / Foto: Getty Images 


reportar erro