O que a Bíblia fala sobre educação financeira?

Por Rafaela Dias / Foto: Thinkstock

Tudo na vida requer organização. Seja em casa, na família ou no trabalho. Com a vida financeira, não é diferente. É fundamental que haja, ao menos, uma mínima organização. A disciplina da ordem, no entanto, a princípio, traz ao ser humano um certo desconforto.

É da natureza humana ter a predisposição a tomar atitudes impensadas, principalmente no que diz respeito à vida financeira. É muito comum encontrar pessoas, em seu ciclo social, que gastam muito mais do que recebem. E o resultado? Uma leva de pessoas endividadas, em ciclos viciosos e sem perspectivas de como sair do rotativo do cartão de crédito, do limite do cheque especial e das contas em atraso.

Para se ter uma ideia, 60,8% da população brasileira está endividada. O dado foi divulgado no começo do ano, pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

E o que a Bíblia ensina a respeito?

Enquanto estava na terra, o Senhor Jesus deixou um ensinamento muito valioso:

“Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar?” Lucas 14:28

Recentemente, o Bispo Edson Costa, em uma de suas palestras da Nação dos 318, que acontece às segundas-feiras, no Templo de Salomão, esclareceu que a falta de racionalidade das pessoas acaba as levando para o fundo do poço.

“Dívidas vêm de três fontes: ou a pessoa gastou mais do que ganhou, ou fez um investimento errado e acabou herdando uma dívida, ou emprestou o nome para alguém. De qualquer maneira, foi movida pelo coração e não calculou o que estava fazendo”, destacou.

Para o Bispo, o ato de comprar sem antes saber se terá condições de pagar caracteriza uma fé irresponsável e que não leva em consideração o ensinamento acima que Jesus deixou.


E acrescentou: “A pessoa precisa saber discernir entre fé e irresponsabilidade para com o que vem nas mãos dela. Não gaste mais do que ganha, pois isso é a receita para a derrota. Essas são palavras do Senhor Jesus para não darmos um passo maior do que a perna é capaz e sermos envergonhados”, alerta.

No livro de João, capítulo 6, onde está descrita a parábola dos cinco pães e dois peixes, o Senhor Jesus também ensinou a importância de poupar, quando mandou os discípulos guardarem o que sobrou, dos pães e dos peixes, em doze cestos cheios.

“Por que Ele tinha que se preocupar com o que estava sobrando, se Ele poderia multiplicar a hora que quisesse? Ali, era o Criador ensinando a criatura que tudo tem o seu tempo determinado. Há tempo de plantar e há tempo de colher, há tempo de gastar e há tempo de poupar”, ensinou o Bispo Edson.

Para obter mais ensinamentos a respeito da vida financeira, participe, hoje, da palestra em uma Universal mais próxima de você. Encontre os endereços clicando aqui.

No Templo De Salomão – que fica localizada na Avenida Celso Garcia, 605, no bairro do Brás, zona leste de São Paulo -, a reunião acontece em diversos horários - especialmente às 22 horas -, e ainda conta com a presença dos 318 pastores em um clamor todo especial. Não perca!

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente

Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo Web:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaela Dias, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone: (11) 2392-3372

Endereço: Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000