Rede aleluia

Cristiane Cardoso | 12 de julho de 2018 - 17:52


Onde estás?

Dize-me, ó Tu, a quem ama a minha alma: Onde apascentas o Teu rebanho, onde o fazes descansar ao meio-dia; pois por que razão seria eu como a que anda errante junto aos rebanhos de teus companheiros? Cantares 1:7

Esse versículo é mais atual do que imaginamos, pois mostra a preocupação da noiva em ir aonde seu Noivo está e não ficar por aí, exposta aos homens da cidade, como uma errante.

Sabe o que é um errante?

Segundo o dicionário, significa:

Que anda sem destino; característica do que ou de quem erra; que vive a vaguear. Que se desvia do caminho da sensatez; sem bom senso.

Ela não queria que, ao procurar pelo seu Amado, fosse mal-interpretada como uma errante, e sabe por quê? Se os homens daquela cidade pensassem que ela era uma mulher insensata, que gostava de ficar passeando entre eles, isso poderia dar a eles ideias erradas a seu respeito, o que poderia até levá-la a correr risco de vida.

É claro que não é porque uma mulher é errante na vida que o homem tem direito de abusar dela, mas como ela não pode EVITAR que outras pessoas ajam com insensatez para com ela, ela tem de se poupar, se guardar e se proteger. Ou seja, ela não se expõe a um perigo desnecessário.

Ela representa a Igreja, e Ele, o Senhor Jesus. A noiva não se expõe a caminhos tortuosos, perigosos e arriscados. Ela se guarda… é por isso que às vezes somos tachadas de fanáticas, pois não usamos certas vestimentas que podem levar a interpretações erradas a nosso respeito (e até mesmo ao desrespeito), não vamos a lugares que promovem vaidades, promiscuidade e traições, não saímos com pessoas que não têm a nossa fé, pois a companhia delas pode arruinar nosso bom nome.

A noiva é sensata, pensa bem aonde vai, não fica a vagar pelo mundo como se o Noivo não estivesse às portas.

Na fé.



reportar erro