Rede aleluia
Se amar é…
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Cristiane Cardoso | 5 de Setembro de 2021 - 19:00


Se amar é…

Se amar é…

O amor-próprio começa na limpeza interior. Não se pode crescer ou melhorar como pessoa, se você tem um coração sujo, carregado de memórias ruins e ideias erradas.

Ninguém guarda lixo, por razões óbvias, pois, além da sujeira e do mau cheiro, ele também carrega bactérias que fazem mal à saúde. No entanto, isso é uma das coisas que o ser humano mais faz no seu coração: guardar lixo.

O lixo no coração é representado pelas mágoas, traumas, complexos, medo, raiva, entre outros. A conclusão é bem simples: não é porque você passou por algo ruim na sua vida, que precisa carregar aquilo pelo resto dela.

Talvez você guarde uma mágoa porque pensa que, se perdoar quem magoou você, estará livrando-a do erro que cometeu, enquanto, na verdade, você não tem o poder de livrar ninguém de seu próprio erro. Tudo o que plantamos
na vida iremos colher, cedo ou tarde. Portanto, a mágoa só afeta você: é você quem tem que se lembrar toda vez do que aconteceu, para guardá-la.

É você quem tem que sentir a tristeza e a raiva ao se lembrar do ocorrido.

Livrando-se dessa mágoa, você também estará livre daquilo que a magoou.

O mesmo se aplica a todas as outras coisas ruins que você guarda no seu coração. Limpe-se delas. Jogue-as no lixo. Você não é lixeira de ninguém.


reportar erro