Como vencer a insegurança?

Saiba o que fazer quando esse sentimento tentar se apoderar da sua vida


Por Eduardo Prestes / Foto: Fotolia

Muitos homens se sentem perdidos nos dias de hoje. Eles têm imensa dificuldade em tomar decisões, o que afeta seu dia a dia e as pessoas que estão ao seu redor. Esse sentimento pode ocorrer no relacionamento conjugal e também na área profissional. Não são poucos aqueles que não conseguem dar um passo sem consultar a esposa a respeito de tudo o que fazem para validar suas decisões. E, veja bem, não estamos falando aqui sobre o diálogo que deve existir sempre entre homem e mulher quando decisões importantes precisam ser tomadas na vida do casal. Não. Estamos falando de outra coisa: da insegurança masculina. Ela está presente em várias situações da vida, embora, muitas vezes, o homem não a perceba.

Equívocos
Se engana quem pensa que mostrar ciúme excessivo, controlar todas as ações da esposa e ter atitudes agressivas significa ser um homem de verdade.

Trata-se de um grande inseguro que não confia no amor que dá à esposa e muito menos nos sentimentos dela em relação a ele. Uma das características que a mulher mais quer e necessita do homem é a segurança que ele deve proporcionar a ela. Então, a insegurança masculina pode se tornar um dos principais problemas em qualquer relacionamento.

Problemas
O problema não para por aí. Não é só no relacionamento amoroso que a insegurança aparece. Ela também pode estar presente nas relações profissionais. Ao realizar um negócio, por exemplo, um homem que tem que lidar com a responsabilidade de representar sua empresa e vacila em suas decisões pode ter sérios problemas profissionais.

Outro exemplo é quando o homem vê um colega de trabalho como uma ameaça à sua posição e quer diminuir o talento dele porque teme que ele possa crescer mais do que ele simplesmente porque apresentou uma boa ideia para a resolução de um problema. Todas essas situações são bem corriqueiras e podem acontecer a qualquer um, inclusive comigo ou com você.

Questionamentos
Agora que já sabemos identificar a presença da insegurança em nossas vidas precisamos combatê-la imediatamente. De acordo com o palestrante Renato Cardoso, o primeiro passo é se questionar: “qual o problema de alguém ter boas ideias? Será que você é a única pessoa no mundo que pode tê-las? Quem não gosta de uma boa ideia? O fato de outras pessoas gostarem da ideia de alguém significa que elas não gostam de você? Qual a maior ameaça à sua posição: os outros ou as falhas no seu próprio desempenho? E, se os outros realmente são uma ameaça, um pouco de competição não é bom para você melhorar o seu desempenho também?”

Preparação
Ao se fazer essas perguntas, o homem poderá chegar infalivelmente a algumas conclusões e perceber que, quando se está preparado, não há por que temer o porvir. Isso conta tanto para o trabalho como para o amor. Embora não seja possível controlar o futuro, ao estar preparado com conhecimento e experiência, o homem se torna muito mais seguro para enfrentar as adversidades em qualquer área da sua vida.

Formas certeiras
Para Renato Cardoso, também é preciso modificar o modo de pensar. “A insegurança pessoal costuma se originar em uma maneira pobre de pensar. Uma das crenças que a gera é de que não há o suficiente para todos neste mundo. E, se não há o suficiente para todos, eu tenho que lutar pela minha fatia. A partir disso, todos se tornam meus inimigos, mas mudar esse jeito de pensar e questionar a veracidade e a validade de sentimentos inseguros são formas certeiras de vencer a insegurança.”

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Como vencer a insegurança?

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games