A palavra certa na hora da dor

Veja como o Grupo Consolador na Bahia tem se dedicado àqueles que estão sofrendo com o luto


Por Núbia Onara / Foto: Cedidas

Mesmo sendo o único ser a ter consciência que um dia morrerá, o homem evita pensar neste assunto tanto em relação à sua morte como em relação à morte das pessoas que ama.

Por isso, o sábio rei Salomão, no livro de Eclesiastes (leia depois o capítulo 7, versículo 2) registra que é melhor ir à casa de quem está vivendo o luto do que onde está acontecendo uma festa, porque na primeira, todos estão refletindo sobre o fim da vida, e, portanto, nunca deveriam esquecer de meditar sobre isso.

Mas, mesmo não podendo esquecer que esse dia chega para todos, quando ele chega, a dor – quase insuportável – faz com que as pessoas desanimem tamanha tristeza.

Nessa hora, o apoio recebido faz toda a diferença. É por essa razão que na Universal existe o grupo “Consolador”. Um trabalho voltado para aqueles que estão em um momento difícil de suas vidas, que é a perda de entes queridos ou amigos.

Apoio no luto

No estado da Bahia, por exemplo, o trabalho do grupo Consolador é feito todos os finais de semana. “Os voluntários levam uma palavra de conforto para aqueles que perderam seus familiares, e quando autorizado pelas famílias, realizamos até os velórios”, comenta o Pastor Bruno Santos Lima, responsável pelo grupo no estado da Bahia.

Ele explica que qualquer pessoa pode pedir uma visita para alguém que está vivendo o luto, ou para realizar oração durante um funeral, basta se dirigir à Universal mais perto e se informe. Encontre aqui o endereço em seu estado.

A voluntária Maiane Silva Souza (foto ao lado), de 37 anos, há um ano faz parte do grupo. Ela ressalta que o que a motivou participar do projeto foi a importância de levar a Palavra de Deus para as pessoas que perderam seus entes queridos.

Ela sabe o que estas pessoas sentem. Antes de fazer parte no projeto, ela havia perdido sua mãe. Portanto, entende bem a dor de enterrar um ente tão querido.

“Tive  que ajudar no preparo do velório dela. E mesmo naquele momento em que eu deveria estar sendo consolada, por saber que o Senhor Jesus estava comigo, eu era quem consolava as pessoas ao meu redor. Foi uma experiência muito forte”, recorda.

Essa mesma força, Maiane leva hoje durante as ações do grupo.

Faça parte

A evangelização em cemitérios e a oração em velórios sempre foram feitas pela Universal, mas desde 2010 esse trabalho está centralizado no grupo que procura atender melhor essas pessoas, acompanhando-as de perto e ajudando-as a se reerguer.

Conheça mais do trabalho acessando a página no Facebook ou procure uma Universal mais próxima de sua residência. Clique aqui e encontre o endereço.

Se você reside no estado da Bahia, o telefone da Central é o (71) 3432 9116.

Já em São Paulo, a Central do grupo no Templo de Salomão atende no (11) 975384782.

 

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A palavra certa na hora da dor

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games