Não se esqueça dela!

Uma lição valiosa para tirar do que houve com Elaine Caparróz


Por Andre Batista / Imagem: Reprodução Internet

A tentativa de feminicídio sofrida por Elaine Caparróz no último dia 16 de fevereiro ganhou destaque em todos os noticiários do país. Com o passar dos dias, porém, a comoção das pessoas foi esfriando. E é provável que aconteça como aconteceu em tantas outras vezes: com o tempo as pessoas se esqueçam.

Mas é importante aprender com o acontecido! Não apenas deixar a notícia envelhecer.

Elaine conheceu alguém através da internet, trocou mensagens com essa pessoa por oito meses e marcou um encontro. Ali ela foi drogada e agredida por quatro horas, até quase a morte.

Esse é um risco que milhões de pessoas estão sofrendo neste exato momento, enquanto paqueram e marcam encontros com pretendentes que conheceram apenas por aplicativos de namoros.

As pessoas nunca esperam que aconteça consigo, mas aquela pessoa que se está paquerando pode se transformar, sim, em um monstro assassino a qualquer momento.

Ele quase matou Elaine Caparróz, mas poderia ser qualquer mulher

Elaine Caparróz passou seis dias internada tratando ferimentos graves. Certamente sua vida não será a mesma, pois, além das cicatrizes físicas, existem também feridas psicológicas inesquecíveis.

Em seu lugar, poderia estar qualquer outra mulher que o criminoso conhecesse pela internet. Isso, porque, é praticamente impossível conhecer verdadeiramente alguém sem ser pessoalmente.

“Se conhecer uma pessoa que está perto já é difícil, e há quem mesmo depois de um namoro longo se decepcione após o casamento, imagine quem namora sem ter o poder do toque, daquela coisa do olho no olho”, afirma o Bispo Adilson Silva.

“Como saber se a pessoa do outro lado é realmente quem parece ser? De fato, é um namoro complicado e perigoso. Se por um lado a internet fez o mundo ficar pequeno e aproxima as pessoas, por outro lado ela dá às pessoas a condição de se mostrarem diferentes do que realmente são. Isso tanto no sentido físico quanto a questão do caráter.”

Elaine Caparróz permaneceu quase um ano conversando com o agressor antes de marcar o encontro. Mesmo assim, acabou recebendo em sua casa alguém disposto a cometer um feminicídio.

Por isso, o Bispo Adilson orienta as pessoas – tanto mulheres quanto homens – a tomarem extremo cuidado na hora de buscar um pretendente. Sabemos que a internet esconde pessoas das mais perigosas personalidades. Não seria melhor procurar um namoro em um ambiente conhecidamente seguro? Não seria mais recomendado tentar um relacionamento com alguém que tenha boas referências?

Ao procurar um novo romance, não se esqueça do que houve com Elaine Caparróz.

Assista ao vídeo abaixo, e veja uma edição especial do programa “The Love School – A Escola do Amor”, dedicado ao tema namoro virtual:

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Não se esqueça dela!

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games