Curso de Autoconhecimento ajuda na identificação de abuso psicológico

27 mil mulheres participaram do treinamento que existe há 3 anos no Brasil


Por Unicom / Foto: iStock

Até o dia 8 de janeiro, mulheres poderão matricular-se no “Curso de Autoconhecimento”, onde aprenderão a identificar situações de abuso psicológico e serão orientadas sobre como sair de um relacionamento abusivo. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), 70% de todas as mulheres no mundo já sofreram ou irão sofrer algum tipo de violência em algum momento de suas vidas.

“A maioria das mulheres sofre abuso emocional, mas o problema é que muitas não reconhecem como abuso e nem entendem que estão submetidas à violência psicológica”, afirma Fernanda Lellis, coordenadora do Programa Social Raabe que atende e orienta mulheres.

Após identificar uma situação de abuso psicológico durante os atendimentos pessoais que fazem parte do curso, Fernanda explica que o primeiro passo é “deixar a mulher ciente desta condição e encorajá-la a resgatar sua autoestima”. De acordo com Fernanda, o segundo passo é orientá-la sobre seus direitos, fornecendo orientações jurídicas e assistência social.

Durante as oito aulas, as mulheres entendem porque é preciso se conhecer, “cavar mais fundo para descobrir sentimentos escondidos; como superar e vencer sentimentos não desejados e até a aceitar e lidar com o próprio passado”, disse a coordenadora do Raabe.

Em 2016, um terço das mulheres no Brasil – 29% – relataram ter sofrido algum tipo de violência. Delas, apenas 11% procuraram uma delegacia da mulher e em 43% dos casos a agressão mais grave foi dentro de casa.

Além das mulheres que sofrem algum abuso, o curso também atende mulheres que buscam o controle de emoções. “O curso foi pensado carinhosamente em todas as mulheres para que se conscientizem de seus objetivos e desejos, derrubando paredes emocionais ou reconstruindo limites saudáveis”, conta a coordenadora.

O “Curso Autoconhecimento” existe há três anos e atende em torno de 9 mil mulheres por ano em todo Brasil.

Lei Maria da Penha

Sancionada há 12 anos no Brasil, em 7 de agosto de 2006, a Lei Maria da Penha, considera o abuso psicológico crime. A lei brasileira prevê outros quatro tipos de violência contra as mulheres: moral, sexual, patrimonial e física. Por isso, todos os tipos podem e devem ser denunciados.

Como se inscrever no curso:

Em São Paulo, as inscrições poderão ser feitas online. Nas demais localidades, quem quiser participar do curso deve entrar em contato com o Raabe através do telefone (11) 9 5349-0505.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Curso de Autoconhecimento ajuda na identificação de abuso psicológico

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games